Notícias

Cientistas criam madeira transparente: mais forte e mais leve que o vidro

Compartilhe:     |  22 de fevereiro de 2021

Material pode ser aplicado na fabricação de telhados e janelas transparentes, substituindo o vidro e o plástico.

Um grupo de cientistas da Universidade de Maryland, nos EUA, está experimentando uma forma de produzir madeira transparente. Apesar de parecer novidade, a descoberta não é nova, o que chama atenção para o novo estudo é a melhor eficiência: reduzindo o consumo de produtos químicos e de energia, bem como o tempo de processamento.

Para fabricar madeira transparente, um desafio é realizar a deslignificação, ou seja, remover a lignina de tecido lenhoso, para reduzir a absorção de luz. Durante o lento processo, além do grande gasto energético e químico, a estrutura da madeira era enfraquecida. O que os pesquisadores conseguiram agora foi aplicar um método que modifica a estrutura de lignina da madeira com uso de escovação química assistida por energia solar. Isso preserva a maior parte da lignina para atuar como aglutinante e, o melhor, mantém a alta resistência da madeira.

Como funciona

A madeira é feita de celulose (fibras minúsculas) e lignina, que une essas fibras. A lignina também contém moléculas chamadas cromóforos, que tornam a madeira marrom. A grande chave foi alterar a lignina em vez de retirá-la completamente.

Foto: Qinqin Xia/University of Maryland/Science Advances

Primeiro, os pesquisadores aplicaram peróxido de hidrogênio (conhecido comercialmente como água oxigenada) na superfície da madeira. Em seguida, deixaram a madeira exposta à luz ultravioleta. Com isso, os cromóforos, responsáveis pela cor, foram inibidos em sua função de absorver a luz. A madeira então passou de castanha para branca. A cor branca é resultado dos poros ou orifícios em sua estrutura que dispersam a luz. Em seguida foi aplicada uma resina epóxi – que preencheu os espaços na madeira e depois endureceu – resultando em uma transparência óptica.

Aplicações

A madeira transparente dos cientistas de Maryland é 50 vezes mais resistente do que a madeira transparente feita da maneira convencional. O produto ainda é mais forte, durável e mais leve do que o vidro – além de oferecer melhor isolamento térmico (reduzindo os custos de energia) enquanto permite a passagem de 90% de luz.

A nova técnica de tornar a madeira transparente traz esperanças de adoção para uso comercial. A ideia é que o material possa ser usado na fabricação de telhados e janelas transparentes, substituindo o vidro e o plástico. “Combinando sua produção eficiente, padronizável e escalonável, esta madeira transparente é uma candidata promissora para aplicações em edifícios com eficiência energética”, diz o resumo do estudo.

Publicado em janeiro na revista Science Advances, o artigo “Solar-assisted fabrication of large-scale, patternable transparent wood” está disponível online.



Fonte: CicloVivo - Por Marcia Sousa



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Características da inteligência canina: curiosidades que você precisa saber (estudo)

Leia Mais