Notícias

Cientistas criticam plano para salvar a Grande Barreira de Corais na Austrália

Compartilhe:     |  28 de outubro de 2014

Cientistas australianos demonstraram ceticismo nesta terça-feira (28) com o plano do governo do país para tentar salvar a Grande Barreira de Corais, no noroeste da Austrália, que está em seu pior estado de conservação desde que se começou a realizar registros sobre suas condições.

A Grande Barreira de Corais enfrenta as consequências da mudança climática, da má qualidade da água que chega de terra firme, assim como ameaças das estrelas-do-mar. “A ciência afirma claramente que os corais estão degradados e a situação está piorando. O plano apresentado não vai restaurar os corais, nem sequer manterá a grande barreira em reduzido nível atual”, disse Terry Hughes, da Academia de Ciência Australiana.

O rascunho do plano do governo visa limpar as águas de suas bacia e erradicar a praga de estrelas que se alimentam de seus corais, e será uma resposta à preocupação da Unesco, que em 1981 declarou o local como Patrimônio da Humanidade, mas agora ameaça incluir a barreira de corais na lista de Patrimônio Mundial em Perigo.

O ministro do Meio Ambiente australiano, Greg Hunt, afirmou que a proposta equilibra a proteção dos corais com a vida marinha e o desenvolvimento sustentável a longo prazo. Porém, para os cientistas, o projeto não leva em consideração o impacto da mudança climática, nem aspectos como a qualidade ruim da água ou o desenvolvimento da pesca.

“O plano parece estar pensado a curto prazo para responder às preocupações da Unesco sobre a inclusão na lista do patrimônio, ao invés de pensar nos desafios a longo prazo para restaurar de fato os corais”, disse Hughes.



Fonte: Uol



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Não há evidências de que o coronavírus possa infectar gatos

Leia Mais