Notícias

Cientistas descobrem espécie de aranha que amamenta seus filhotes

Compartilhe:     |  1 de dezembro de 2018

Pesquisadores da China descobriram um tipo de aranha saltadora que alimenta seus filhotes com uma substância bastante parecida com o leite. As fêmeas da espécie Toxeus magnus possuem secreções quatro vezes mais ricas em proteínas do que as oferecidas pelas vacas.

De acordo com o estudo, publicado na revista Science, embora as aranhas não estejam, de fato, amamentando, por não terem glândulas mamárias para produzir o fluido, as descobertas levam os cientistas a reconsiderar o que se sabe sobre amamentação e como ela evoluiu.

“Encontrar tal comportamento semelhante a um mamífero em uma aranha, ou em qualquer invertebrado, foi uma surpresa”, disse Richard Corlett, biólogo da Academia Chinesa de Ciências e autor do estudo.

As aranhas saltadoras são o maior grupo de aranhas do mundo, com mais de 5 mil espécies e presença em quase todos os continentes. Entre elas, está a Toxeus magnus (ou formiga negra, encontrada principalmente na Ásia) que parece fisicamente uma formiga.

O estudo surgiu depois que um de seus autores, Zhanqi Chen, do Jardim Botânico Tropical de Xishuangbanna, notou que o filhote desse espécie parecia lento ao deixar o ninho reprodutivo, sugerindo que as mães estavam oferecendo algum tipo de cuidado infantil prolongado.

Essa hipótese ficou ainda mais evidente quando ele e seus colegas observaram recém-nascidos no laboratório e descobriram que nem eles, nem sua mãe, deixaram o ninho para procurar comida nos primeiros 20 dias. Foi então que os pesquisadores descobriram que durante a primeira semana a mãe depositava gotículas do líquido na superfície do ninho e depois os filhotes passavam a sugá-la.

Ainda, segundo o estudo, os biólogos descobriram que a mãe continuou a fornecer o leite mesmo depois que seus filhotes começaram a deixar o ninho para se alimentar (o que já acontece quando eles completam cerca de 20 dias). Essa prática só veio a ter fim quando as pequenas aranhas completaram 40 dias, embora os filhotes permanecessem aninhados por até 60 dias.



Fonte: Galileu



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Colecionadores de fãs, os siameses são inteligentes, comunicativos e brincalhões. Conheça curiosidades da raça

Leia Mais