Notícias

Cigarra vira iguaria nos EUA, mas FDA alerta: não coma se for alérgico a frutos do mar

Compartilhe:     |  4 de junho de 2021

Reação alérgica, diz agência americana equivalente à Anvisa, pode acontecer porque o inseto é do filo dos artrópodes, assim como os crustáceos

Bilhões de cigarras estão surgindo neste momento no leste dos Estados Unidos e indo parar direto no prato de pessoas que gostam de experimentar novos sabores. No entanto, quem tem alergia a frutos do mar deve evitar estes insetos crocantes, pois eles têm um grau de parentesco com os crustáceos, alertou a Food and Drug Administration (FDA), órgão americano semelhante à Anvisa no Brasil.

O consumo da iguaria aumentou este ano nos EUA no período de reprodução das cigarras conhecidas como Brood X na primavera do Hemisfério Norte. Elas saem do solo após 17 anos de amadurecimento. Os insetos do tamanho de camarões, olhos redondos e asas quase translúcidas estão sendo preparados de várias maneiras por chefs profissionais e por americanos em suas casas.

As cigarras, que não picam nem são tóxicas, também são consumidas por predadores, incluindo pássaros e pequenos mamíferos. Elas não possuem glúten, são ricas em proteínas e  pobres em gorduras e carboidratos.

Mas os insetos e crustáceos pertencem ao filo dos artrópodes. E, de acordo com um relatório da Organização para a Alimentação e Agricultura das Nações Unidas (FAO), os riscos alergênicos potenciais associados aos insetos comestíveis precisam ser investigados. Pessoas com alergia a crustáceos podem desenvolver reações alérgicas a insetos comestíveis, que contêm proteínas semelhantes, informa o relatório.

Salada Caesar de Cigarras

As cigarras, cujas quantidades podem chegar a dezenas de bilhões, devem aparecer em cerca de 18 estados americanos por aproximadamente seis semanas. A área de Washington D.C., Indiana e ao redor de Knoxville, no Tennessee, são os três epicentros da cigarra chamada de Brood X em todo o país.

Alguns americanos preferem consumir as cigarras em preparações fritas, outros, como ingrediente surpresa na salada Caesar.

Bun Lai, chef de um restaurante especializado em sushi sustentável no estado de Connecticut, oferece os insetos em uma “experiência sofisticada” em sua fazenda. E a Frank’s RedHot, a centenária marca de molho picante, lançou uma série de receitas de cigarras.

Embora as cigarras geralmente não sejam prejudiciais aos humanos, o zumbido agudo que fazem ao procurar parceiros, como se sabe, pode ser irritante.

A possibiidade de se deliciar com pratos de cigarras não durará para sempre. Depois que os insetos se acasalam e seus ovos eclodirem, as cigarras em desenvolvimento, conhecidas como ninfas, começam seu ciclo de 17 anos, alimentando-se no subsolo.

A próxima oportunidade de se ter um banquete com cigarras Brood X frescas será em 2038.



Fonte: O Globo - Derrick Bryson Taylor, do New York Times



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Como não repreender seu cachorro – Dicas de cuidados e educação

Leia Mais