Notícias

Clima foi generoso para cultura da melancia com frutas mais doces

Compartilhe:     |  19 de novembro de 2014

O clima foi generoso para cultura da melancia, no Paraná. As frutas estão grandes e doces, atraindo compradores de outros estados.

A lavoura verdinha produz uma fruta de ‘peso’, que tem atraído muita gente para o campo paranaense. Em uma propriedade em Cruzeiro do Oeste, ao todo, 40 funcionários trabalham na colheita da melancia. Leandro Ferreira veio de Goiás para trabalhar nesta safra. “Vou ficar até dezembro, dá para ganhar um dinheirinho bom, sim”, diz.

Duas melancias pesam mais de 20 quilos juntas, mas até parecem leves nas mãos dos trabalhadores. A produção é acomodada com cuidado na carroceria, forrada com bastante feno para não ter perdas.

Jaime da Silva, dono do sítio, comemora a boa produtividade deste ano que, para ele, se deve em boa parte ao clima. “A chuva veio na época certa, no tempo certo, e a produção foi boa. A terceira “panha” está dando 12,5 quilos, em média, para o comércio essa é uma fruta muito boa”.

A estratégia da produção é importante para encontrar um bom mercado. “Quando se produz melancia em Goiás, aqui nós estamos terminando e quando temos aqui, também não tem melancia nem em Goiás, nem no Rio Grande do Sul, que são outros estados produtores de melancia”.

Pequenos agricultores também estão aproveitando os bons preços. Vilian Jununário vende toda a produção em feiras da região por, em média, R$ 1 o quilo, enquanto no ano passado, ele recebia, na média, R$ 0,50. Com o valor mais alto, ele planeja colher até o fim do ano. “Mais quatro meses assim e não vai faltar porque no final do ano, Natal tem bastante movimento na feira, é bom ter melancia porque o pessoal vem mesmo”, conta.

Rio Grande do Sul, Goiás e Bahia são os estados que mais produzem melancia no país.



Fonte: Globo Rural



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Considere aspectos individuais antes de sacramentar vínculo com animal de estimação

Leia Mais