Notícias

Colaboradores do Hospital de Trauma de João Pessoa recebem vacina contra a gripe

Compartilhe:     |  23 de abril de 2019

Os colaboradores do Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, estão sendo vacinados contra a principal vilã da estação, a gripe, nessa segunda (22) e terça-feira (23). A campanha de prevenção do Influenza é realizada pelo Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) e faz parte do calendário nacional de vacinação e do Abril Verde, que simboliza a prevenção de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais.

Para o coordenador do SESMT, Rafael Paiva, o objetivo é vacinar o maior número de funcionários, para isto, foi montado um esquema especial de vacinação para contemplar todos os plantões. “Será muito importante a participação de todos, o combustível do setor são os colaboradores, sabemos que eles estão em contato direto com os pacientes, por tanto, precisam se prevenir”, destacou.

É o que fez a copeira, Edileide de Brito Lima, que há cinco anos toma a vacina contra a gripe. “Campanhas como estas são muito importantes para prevenção, toda vez que inicia alguma neste sentido de preservação a saúde do trabalhador, eu tomo e graças a Deus nunca tive reação nenhuma”, salientou.

De acordo com a enfermeira, Maria Rita, da Secretaria Municipal de Saúde foram disponibilizado cerca de 500 vacinas – que protegerá os funcionários contra o vírus H1N1, o H3N2 e o influenza do tipo B Victoria-, mas se precisar a secretaria dispõe de mais unidades no estoque. Ela também relatou que os trabalhadores da saúde fazem parte do grupo prioritário, por recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo o Ministério da Saúde, essa definição também é garantida por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, em que o vírus da gripe é o principal agente.

A campanha de vacinação também é um cumprimento à Norma Regulamentadora (NR) de número 32, do Ministério do Trabalho, que aborda a Segurança e Saúde no Trabalho em Serviço de Saúde. “Além do cumprimento de legalidade, a campanha de vacinação tem como objetivo promover saúde e segurança para todos os profissionais que atuam no hospital”, afirmou o diretor geral da instituição, Leonardo Leite.

Campanha nacional – A 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza segue até o dia 31 de maio de 2019. Nesta campanha, além de indivíduos com 60 anos de idade ou mais, crianças na faixa etária de seis meses até cinco anos, 11 meses e 29 dias, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde (que, na oportunidade, também deverão ser vacinados com a DTPA, levando em conta a situação vacinal), professores, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional serão vacinados. A novidade para esta segunda etapa é a inclusão de policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das forças armadas.



Fonte: Secom-PB



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Projeto de lei ‘Animal não é coisa’ é aprovado pelo Senado

Leia Mais