Projetos Ambientais

Coletivo ajuda ONGs a divulgarem seu trabalho através da publicidade

Compartilhe:     |  30 de maio de 2015

coletivo (Foto: Globo)

Um grupo de publicitários decidiu unir o conhecimento que cada um deles tinha em propaganda para ajudar ONGs que precisam divulgar os seus trabalhos. Foi assim que nasceu o projeto Adote um Briefing, do Coletivo Cole, onde as instituições podem cadastrar suas demandas por trabalhos e os publicitários as executam gratuitamente. Além disso, o grupo de amigos também resolveu usar a criatividade para transformar tapumes de obras em carteiras escolares.

Os membros do Coletivo Cole se dividem entre as agências de propaganda e os projetos sociais, onde investem dinheiro do próprio bolso para fazer tudo funcionar. Atualmente são cinco projetos, como campanhas para uso racional da água e de cuidados com o patrimônio público. Tudo isso começou com o projeto Adote um Briefing. É o que explica o publicitário Diogo Patoilo:

— Existem mais de dez mil ONGs em São Paulo que não têm nenhum trabalho de comunicação, não têm site nem logo. O que a gente fez foi juntar essas duas pontas entre o profissional de comunicação que quer fazer o trabalho para uma ONG, e a ONG que precisa desse trabalho social. O Adote então foi uma plataforma de junção dessas duas partes — explica.

No site, qualquer organização social pode cadastrar o seu briefing, ou seja, o pedido. E qualquer publicitário pode aceitar o trabalho e executá-lo de forma gratuita. Atualmente, cerca de 30 briefings estão à espera de adoção. Em um ano de projeto, 15 projetos já foram executados.

Além disso, no coletivo, os publicitários põem em prática outra ideia criativa do grupo: o projeto Tapume Educativo, que desenvolve carteiras escolares a partir de tapumes de obras. Além dos alunos, as construtoras também saem ganhando, uma vez que não precisam mais pagar pelo descarte desse material. O coletivo contou com a ajuda de um engenheiro para projetar os móveis, mas são eles mesmos que montam as cadeiras uma por uma. Até agora, quase 100 carteiras já foram produzidas.

Fonte: Rede Globo – Como Será?



Fonte:



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Lei que proíbe piercings e tatuagens em animais é sancionada no Distrito Federal

Leia Mais