Notícias

Comida vegana é a “tendência culinária mais crescente de 2018” no Reino Unido

Compartilhe:     |  20 de outubro de 2018

A comida vegana é a tendência culinária que mais cresce no Reino Unido em 2018, de acordo com o supermercado Tesco.

Dessa maneira, a empresa anunciou esta semana que irá dobrar sua linha de produtos veganos Wicked Kitchen, com o objetivo de atender à crescente demanda.

“No ano passado, as vendas de alimentos veganos refrigerados na Tesco subiram 25%, ajudando a aumentar o mercado vegano do Reino Unido para 310 milhões de libras (aproximadamente 1500 milhões de reais)”, disse o varejista em comunicado enviado à Plant Based News.

A Tesco lançou sua linha vegana Wicked Kitchen para atender demandas (Foto: Plant Based News)

O flexitarianismo, dieta que consiste em comer carne em menos de três refeições por semana, está crescendo no Reino Unido. De acordo com pesquisas, hoje no país existem 22 milhões de pessoas que adotaram essa dieta, e muitos dos produtos veganos do mercado estão sendo voltados para essa população.

“Sabemos, a partir de nossos próprios dados, que o flexitarianismo está em ascensão e que muitos mais clientes estão se envolvendo em cortar a carne por um dia ou mais durante sua dieta semanal”, disse Kate Ewart, diretora de desenvolvimento de produtos da Tesco.

Aderindo à tendências

A Tesco não é a única grande varejista a adicionar produtos à base de plantas às suas prateleiras – a Islândia, a Sainsbury’s e a Waitrose também expandiram significativamente suas próprias ofertas.

Na semana passada, a Waitrose anunciou a adição de quase 30 produtos alimentícios veganos. “Estamos entusiasmados em expandir nossa oferta vegana e vegetariana com uma variedade tão grande de pratos e ingredientes”, afirmou Chloe Graves, vendedora da Chilled Vegan & Vegetarian.

“O nosso novo projeto destina-se a tornar a comer uma deliciosa comida vegetariana e vegana, ainda mais simples e agradável!”.

A Sainsbury’s ganhou as manchetes mais cedo neste verão, quando adicionou comidas moídas e hambúrgueres à base de vegetais da Naturli ‘Foods ao seu corredor de carnes.

De acordo com James Hamilton, comprador de refeições prontas e sem carne da Sainsbury’s, a demanda descrita pela Tesco também pode ser vista em outras lojas:

“Estamos vendo um interesse crescente de nossos clientes em alimentos de origem vegetal, com as vendas de nossa atual linha sem carne crescendo 20% a cada semana”, disse ele.

Esse crescimento também foi o fator motivador para a Islândia quando lançou uma variedade vegana completa no mês passado, com o chef da loja Neil Nugent dizendo ao The Guardian: “Tivemos um tremendo sucesso com o No Bull Burger e está claro que nossos clientes querem mais de nós”.

“O crescimento do mercado de alimentos veganos no Reino Unido tem sido rápido, com 56% dos adultos agora dizendo que estão adotando um comportamento vegano ao conduzir suas lojas de supermercado”, ele completa.



Fonte: Anda



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Colecionadores de fãs, os siameses são inteligentes, comunicativos e brincalhões. Conheça curiosidades da raça

Leia Mais