Notícias

Como a energia solar vai ajudar empresários a economizarem na conta de luz no pós crise

Compartilhe:     |  21 de agosto de 2020
De olho na recuperação pós-pandemia causada pelo Covid-19, empresários estão buscando alternativas para reduzir os custos dos seus negócios

Uma das medidas é a diminuição dos gastos mensais na conta de luz e com isso, a energia solar é uma das formas mais econômicas presentes no setor de energia, além de corroborar para um consumo mais consciente e sustentável.

Segundo o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), o Brasil já alcançou 300 mil unidades instaladas em sistemas fotovoltaicos e ao que parece, esse número tende a subir já que empresários estão empenhados em buscar uma saída para se reestabelecerem diante de um cenário de crise que o país tem vivido.

De acordo com Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), mais de 16,4 bilhões de reais deverão ser investidos na instalação de sistemas solares fotovoltaicos para atender inclusive comércios e indústrias brasileiras, até o final de 2020. Outro dado importante da entidade mostra que o mercado cresceu 50% em potência acumulada entre janeiro e julho deste ano.

De olho nesse crescimento, a Ledax, empresa que oferece soluções em economia de energia com iluminação LED e geração de energia fotovoltaica para clientes corporativos, desenvolveu a divisão Ledax Energy Solutions no início de 2019, com o objetivo de gerar energia limpa e sustentável a baixo custo por meio de soluções  fotovoltaicos para pequenas e médias empresas.

Para Lucas Batista, diretor da Ledax e responsável pelo setor de energia solar, as PMEs que geram sua própria energia por meio de sistemas fotovoltaicos têm maior capacidade de investimento e mais competitividade, ampliando seus lucros, devido à redução em até 95% da sua fatura de energia. Além disso, são muito menos impactadas pelos aumentos e bandeiras tarifárias. Tudo isso é possível através de um investimento com retorno de, em média, 3 anos, para uma vida útil do sistema de 25 anos ou mais.

Esses números mostram que o setor tem um potencial de crescimento muito grande e eles estarão cada vez mais acessíveis para o setor corporativo, principalmente porque a adoção desse tipo de energia no país está sendo estimulada pelo aumento da eficiência e o baixo custo dos painéis fotovoltaicos. Com isso, ela é considerada uma alternativa para os empresários diminuírem os gastos em meio à crise econômica.

Foto – Pixabay


Fonte: Neo Mondo



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Gatos: dicas de cientistas para cuidar bem do seu pet

Leia Mais