Notícias

Como funciona a máquina que tentará bater o recorde mundial de velocidade em terra

Compartilhe:     |  23 de agosto de 2014

Levar um carro de 0 a 1.600 km/h em cerca de 40 segundos não é tarefa simples. Requer, entre outras coisas, um motor a jato, um foguete e um propulsor V8 de Fórmula 1 – que serve apenas como bomba de combustível (confira infográfico). Esses e outros recursos serão empregados pela equipe britânica que constrói o Blood­hound SSC, um bólido em forma de flecha que tentará atingir a inédita marca de 1.600 km/h em Hakskeen Pan, uma pista de terra desértica na África do Sul.

As primeiras simulações aerodinâmicas em computador, bem como a avaliação inicial de motores e rodas, mostraram a viabilidade do projeto. O carro deve acelerar – embora sem potência total – já no primeiro semestre de 2015. O objetivo, até o fim de 2016, é superar em mais de 30% o atual recorde de velocidade em terra, de 1.227 km/h, estabelecido em 1997 por Andy Green, o mesmo piloto que guiará o Bloodhound SSC.

CARRO-02-IE-2334.jpg
PILOTO
O britânico Andy Green comandará a tentativa de
quebra de recorde de velocidade em terra

IEpag94e95Carro-1.jpg

Fotos: Divulgação



Fonte: IstoÉ - Lucas Bessel



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Estresse passa do dono para o cachorro

Leia Mais