Notícias

Como os vaga-lumes nos ajudaram a criar lâmpadas mais brilhantes

Compartilhe:     |  29 de junho de 2019

Este vaga-lume, representado ao lado em um modelo 65 vezes maior do que o original real, é encontrado no centro e no sudeste dos EUA. Também é conhecido como “fantasma azul”. — Foto: BBC

Físicos criaram um sistema que tenta reproduzir o órgão luminoso dos insetos.

Será que daria para recriar a luz emitida pelos vaga-lumes?

Um físico belga estudou o órgão luminoso que faz os vaga-lumes brilharem para tentar recriar a mesma estrutura com lâmpadas de LED.

O resultado foram lâmpadas com brilho bem mais forte.



Fonte:



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Primeiros socorros: o que fazer quando o seu pet precisa de ajuda

Leia Mais