Notícias

Como prevenir ou reduzir a dor nas pernas e pés no Carnaval

Compartilhe:     |  23 de fevereiro de 2020

Está chegando nossa maior festa cultural e, mesmo sendo um atleta (ou não), tenho certeza que vai usar músculos que nunca foram ativados tanto de forma tão intensa com o samba. São muitos dias de folia e estou escrevendo porque quero que você esqueça a dor e apenas se divirta.

Se você cortar o pé ou bater a perna, não há necessidade de adivinhar onde está o problema ou como tratá-lo. Mas a dor insidiosa pode ser causada por um grande número de razões. É por isso que vou dar dicas úteis sobre como prevenir ou reduzir a dor ou desconforto no pé.

Atendo diariamente queixas de dores nos pés, mas incrivelmente após o carnaval as consultas crescem mais de 47%. A dor pode variar de leve a grave e pode durar pouco tempo ou ser um problema contínuo. Felizmente, muitas medidas podem ajudar a aliviá-la.

As dicas a seguir ajudarão você a reduzir esta estatística ou também podem ajudar a impedir que você tenha problemas futuros.

  1. Escolha sapatos confortáveis, espaçosos e bem almofadados;
  2. Evite sapatos com salto alto e áreas estreitas nos dedos dos pés;
  3. Mantenha um peso saudável;
  4. Faça alongamentos antes de praticar exercícios vigorosos;
  5. Pratique uma boa higiene dos pés;
  6. Sempre use calçados quando estiver ao ar livre para proteger seus pés.

Vamos falar especificamente de algumas orientações.

ALONGAMENTO

A coisa mais importante a fazer para ajudar a reduzir a dor e também preveni-la é alongar o pé e o tornozelo regularmente. Veja os exercícios de alongamento como sugestões. Faça pelo menos alguns, de preferência regularmente e não só no carnaval.

Alongamento passivo para tornozelo — Foto: Istock Getty Images

Alongamento passivo para tornozelo — Foto: Istock Getty Images

Alongamento passivo para tornozelo – segure suavemente o pé e dobre o tornozelo e o pé para cima e para baixo. Segure 30 segundos.

Alongamento passivo para flexão / extensão do dedo do pé  — Foto: Istock Getty Images

Alongamento passivo para flexão / extensão do dedo do pé — Foto: Istock Getty Images

Alongamento passivo para flexão / extensão do dedo do pé – segure cuidadosamente o dedão do pé e endireite-o para sentir o alongamento na parte inferior do pé. Mantenha 20 segundos.

Alongamento para o músculo da panturrilha com joelho reto — Foto: Istock Getty Images

Alongamento para o músculo da panturrilha com joelho reto — Foto: Istock Getty Images

Alongamento para o músculo da panturrilha com joelho reto – fique em pé com o pé esquerdo para trás, a perna esticada, a frente dobrada. Mantendo o calcanhar no chão, ligeiramente virado para fora, encoste-se na parede até sentir o alongamento na panturrilha direita. Segure 30 segundos. Complete na perna oposta também.

Calçados

  • Não vá descalço

Não vá descalço nem use solados flexíveis. Você pode ferir o pé ou, se o solado for feito de material pouco resistente, também pode ser perfurado. Andar descalço também pode colaborar para formar calos e bolhas pela pressão e temperatura; a pressão excessiva vai gerar dor e pode levar a verrugas plantares e pé de atleta por contaminações.

Chinelos ou sapatos planos podem causar dor no calcanhar, tendinite e fraturas por estresse, especialmente para dançar, uma vez que não absorvem impacto. Se você deseja usar chinelos com bom apoio ortopédico, use os com suporte ergonômico exclusivo para os pés e poderá caminhar confortavelmente o dia inteiro neles.

  • Sapatos confortáveis, espaçosos e almofadados

Ter espaço suficiente para os pés ou dedos dos pés respirarem é essencial. Você precisa de conforto e espaço, não sapatos apertados e pés apertados. Dê preferência para os ortopédicos e tênis, e escolha uma largura que se adapte a seus pés.

  • Saia do salto

Não é preciso dizer, mas vou dizer assim mesmo: evite sapatos de salto alto no Carnaval. Sempre. A chance de evoluir com dor e desconforto aumenta quando você está de salto. Esse tipo de calçado força todo o peso na frente do pé e causa dor. O salto alto também coloca você no caminho mais rápido para joanetes, calos e outros problemas, além do desequilíbrio e chance de torção.

Se você gosta de saltos, tente tipo anabela, com a base bem estável. Um salto de duas polegadas é melhor que um salto de quatro polegadas. Não os use todos os dias e não os use quando for dançar por um longo tempo. Escolha saltos grossos em vez dos finos e de preferência aos com pata anterior

Razão inesperada: unhas dos pés

Com o passar dos anos, 65% das pessoas com mais de 50 anos ou mais têm unhas dos pés grossas, tornando-as um dos problemas mais comuns nos pés. Uma vez que as unhas engrossam, elas podem ficar doloridas na base dos dedos pelo aumento de pressão e volume.

No carnaval, o mesmo sintoma acontece pela sobrecarga no antepé, gerando dores nas unhas, eventualmente sangramento subungueal e unhas encravadas, o que acontece quando a borda da unha cresce na pele ao redor do dedo do pé.

A melhor maneira de evitar isso é cortar as unhas dos pés com uma tesoura limpa e afiada. Não arredonde os cantos para combinar com a forma do seu dedo do pé.

Bolinhas de massagem podem ajudar no fortalecimento de pés e pernas — Foto: iStock Getty Images

Bolinhas de massagem podem ajudar no fortalecimento de pés e pernas — Foto: iStock Getty Images

Pernas fortes

Se você conseguir, trabalhar os músculos da perna ajuda a prevenir as dores e te prepara para o próximo carnaval. Ter força muscular é fundamental para manter o corpo blindado contra lesões, além de proteger os ossos e articulações. Com um corpo fortalecido, a tarefa de encarar ladeiras, ir mais longe e ganhar mais resistência para dançar será facilitada.

Selecionamos cinco exercícios para os músculos da perna com 12 a 15 repetições, duas a três vezes por semana:

  1. Dorsiflexão: os dedos dos pés são movidos em direção à perna;
  2. Flexão plantar: movimento de apontar os dedos para baixo;
  3. Inversão: movimento do plano frontal, com rotação dos calcâneos para dentro e para cima;
  4. Eversão: movimento do plano frontal, com rotação dos calcâneos para fora e para cima;
  5. Colocar uma bolinha entre os pés e apertá-la.

Assim, você se cuida, não se machuca e, de quebra, previne problemas futuros.

Bom carnaval! Saúde, galera!

@DraAnaPSimoes (com a colaboração da fisioterapeuta Heloisa Helena R. Lucera – @Ambientefit)

Bibliografia:



Fonte: Eu Atleta - Ana Paula Simões



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Emocionante: vídeo mostra tartarugas-marinhas sendo salvas por pescadores no litoral catarinense

Leia Mais