O lixo em questão

Como reduzir a produção de lixo no dia a dia: veja 8 práticas simples

Compartilhe:     |  6 de abril de 2019

A redução do volume de lixo é um assunto que tem ficado em destaque: muitas soluções surgem para minimizar essa questão mundial. No dia a dia, acabamos consumindo muitas embalagens que acabam indo para o lixo e não sendo reaproveitados ou reciclados. E como você pode fazer a sua parte para contribuir com o meio ambiente? O TudoGostoso reuniu 8 práticas simples para ajudar a reduzir a produção de lixo no dia a dia. Confira a seguir!

Como reduzir a produção de lixo no dia a dia

Planeje suas compras

Organizar as suas compras vai contribuir para o consumo consciente: é duplamente benéfico, pois você economiza e ao mesmo tempo reduz o desperdício, tanto de comida quanto de produtos. Faça uma lista com todos os itens e as quantidades que você utiliza entre uma compra e outra e analise o que não é bem aproveitado.

Opte pela produção caseira

Por que não fazer sucos, geleias e bolos em vez de comprá-los? A produção caseira reduz o consumo de embalagens e, assim como o planejamento de compras, também é economicamente vantajoso.

Priorize produtos com refil e a granel

Mais uma prática sustentável que também é econômica! Produtos vendidos nesses formatos tendem a ser mais baratos justamente pela ausência (ou redução) de embalagem. Muitos estabelecimentos disponibilizam produtos nesse formato e há uma grande variedade de lojas especializadas em venda a granel espalhadas pelo país. Além de ser possível comprar uma grande variedade de produtos como café, sementes e até carvão, a redução da produção de lixo vai fazer bem para seu bolso!

Prefira embalagens reutilizáveis e retornáveis

Não encontrou o que queria em embalagem de refil ou a granel? Aqui estão mais duas alternativas. Verifique suas opções e veja se entre elas há uma que incentive o retorno da embalagem, que será algo vantajoso para você a longo prazo, caso utilize o produto com frequência. Ou então analise a embalagem e escolha o produto pensando em qual delas seria reutilizável. Por exemplo, um pote de maionese feito de vidro pode ser utilizado para fazer uma salada de pote depois que o produto acabar, diferentemente de um recipiente de plástico, que seria descartado.

Colabore com a reciclagem de lixo eletrônico e a coleta seletiva

A coleta seletiva é o principal meio para reduzir a produção de lixo no dia a dia. A maioria das cidades brasileiras tem pontos de coleta e algumas oferecem serviço de retirada. Boa parte do lixo produzido pode ser remanejado para a coleta e reaproveitado, evitando o descarte. A reciclagem de lixo eletrônico, além de reaproveitar os materiais tecnológicos, evita que compostos prejudiciais ao meio ambiente presentes nesses aparelhos entrem em contato com a natureza.

Evite descartáveis

Invista em ecobags ou carrinho de compras para ir ao mercado. Elas são maiores, duram muito mais que sacolas plásticas convencionais, são mais fáceis de transportar e causam um impacto ambiental muito menor. Evite também usar descartáveis no cotidiano, como talheres, copos e canudos. Atualmente, há opções no mercado para quem busca reduzir o uso de descartáveis, como copos retráteis e canudos de alumínio ou vidro.

Reaproveite o lixo orgânico

Na cozinha, nada se perde, tudo se transforma! Selecione os restos antes de jogar fora? boa parte do lixo orgânico pode ir para a compostagem caseira e se tornar adubo para suas plantas. Esse processo é simples e barato, além de sustentável e, diferentemente do que muitos pensam, não cheira mal.

Compacte embalagens para descartá-las

Essa prática é muito simples, mas poucas pessoas fazem. Antes de descartar o lixo, compacte o material para que ocupe menos espaço. Caminhões de lixo chegam a transportar metade da sua capacidade em peso porque estão cheios. Ou seja, fazem mais viagens para pegar uma quantidade de lixo menor. Esse problema pode ser facilmente contornado compactando embalagens antes de jogá-las fora. Essa dica também serve para a coleta seletiva!



Fonte: Terra - Thaiza Castro



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Estresse passa do dono para o cachorro

Leia Mais