Notícias

Conheça os 7 mitos e verdades sobre cosméticos naturais e sustentáveis

Compartilhe:     |  15 de janeiro de 2021

O universo do clean beauty é cheio dos mitos e verdades. Nossa colunista Marcela Rodrigues (@anaturalissima) ajuda a entender melhor o que é mito e o que é verdade

O universo do clean beauty é cheio dos mitos e verdades. Isto porque, rolam muitas informações desencontradas e, o que era um fato dez anos atrás, muitas vezes não passa mais de informação desatualizadas. Afinal, a beleza natural e limpa é um movimento que cresce cada vez mais e, enquanto prática de consumo, também tem evoluído de forma acelerada. 

Para te ajudar a entender melhor (e de vez) certos preceitos da beleza sustentável, bolei um mini guia com mitos e verdades sobre o assunto. Dá uma olhada:

VERDADE: ingredientes naturais são mais saudáveis

Os ingredientes naturais possuem uma melhor biocompatibilidade com o nosso organismo e, por isso, funcionam com mais potência e tem menos riscos de alergia. Porém, é bom lembrar que um produto natural não é 100% livre de alergias e outras reações. É como na alimentação: muitas vezes algo considerado muito saudável para a maioria, pode dar alergia ou alguma reação a um grupo de pessoas. Por isso, a manipulação e a concentração deles em uma fórmula faz toda a diferença. Logo: se você tem muita sensibilidade a produtos de cuidados pessoais, é importante apostar em produtos de boa procedência, de preferência que tenham passado por testes clínicos.

MITO: todo cosmético natural é sustentável

Um produto pode ter uma fórmula natural, mas por trás dele, uma série de práticas que impactaram negativamente no ecossistema. Do plantio que não respeita o ciclo da natureza ou mesmo faz uso de agrotóxicos; da extração que não segue os protocolos éticos; e até mesmo no restante da operação, da produção à entrega. Sustentabilidade não é sinônimo de produto e, sim, da cadeia de produção. Se o objetivo é comprar um produto, de fato, sustentável, é importante ter um olhar mais sistêmico para cada escolha.

MITO: todo ingrediente sintético faz mal

Hoje a indústria do bem tem investido em inovação e conseguido criar, em laboratório, ingredientes sintéticos que sejam seguros tanto para a saúde, quanto para o meio ambiente. E ainda conseguem escalar sem afetar o ecossistema. O clean beauty, inclusive, é uma prática que tem permito marcas criarem fórmulas híbridas entre ativos naturais e sintéticos.

MITO: para começar uma rotina sustentável você deve jogar todos os seus produtos anteriores fora

Ao contrário do que muitos pensam, essa atitude não seria nada sustentável — nem para o seu bolso, nem para o planeta. Vá aos poucos, no seu ritmo. Comece por aqueles de uso diário, que você usa com mais frequência e você sabe que são nocivos. Como eu sempre sigo, beleza natural não combina com pressa.

MITO: todo produto vegano é natural e sustentável.

Um produto vegano é, por definição, aquele que não passou por testes em animais e não contém ingredientes de origem animal — mas não necessariamente a formulação é livre de ingredientes nocivos para o nosso ecossistema. Em alguns casos, podem conter até insumos comprovadamente nocivos para a nossa saúde, como derivados de petróleo, parabenos, entre outros. Cada categoria (natural, orgânico, vegano…saiba mais aqui) tem suas características – seja por prática de mercado, seja pelos critérios estabelecidos pelas certificadoras de orgânicos e naturais, por exemplo. Mas a boa notícia é que estão surgindo cada vez mais opções que são veganas e ainda incluem insumos naturais e práticas sustentáveis para além da fórmula!

Sobre Marcela Rodrigues (@anaturalissima)
Jornalista especializada em consumo consciente e bem-, há mais de sete anos pesquisa de forma independente as vertentes do movimento beleza natural\cleanbeauty. Nos últimos anos vem se dedicando a estudar práticas de autocuidado e regeneração planetária: tem certificações como instrutora de Hatha Yoga e Yogaterapia, Designer para Sustentabilidade, entre outras. É autora da plataforma de conteúdo  aNaturalíssima.Também é palestrante, facilitadora e consultora do consumo consciente.



Fonte: Glamour - MARCELA RODRIGUES



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Alimentação natural para cães: dicas e cuidados

Leia Mais