Notícias

Consumo Consciente: 5 escolhas cotidianas que combatem a Crise Climática

Compartilhe:     |  15 de outubro de 2020

Que calor insuportável” ou “Inverno fora de época”. Cada vez mais essas e outras expressões ligadas às sensações térmicas têm se tornado comum no nosso cotidiano. Quem nunca parou para conversar com alguém sobre o clima? O que poucos notam é que algo tão costumeiro gira em torno de um assunto principal e muito importante em nossas vidas: as Mudanças Climáticas.

Por isso, no Dia do Consumo Consciente, neste 15 de outubro, o Instituto Akatu propõe uma reflexão sobre a Crise Climática, mostra como ela já é percebida em vários lugares do planeta e como cada pessoa pode ajudar a combatê-la a partir de suas escolhas de consumo.

A Crise Climática é causada pela forma como vivemos – nosso modo de produzir e consumir – e nos relacionamos com o meio ambiente. Se as ações humanas são responsáveis por 90% do aumento da temperatura observado entre 1951 e 2010, as escolhas individuais de cada um têm impacto nessa situação.

Cada vez mais o consumo consciente se torna ferramenta muito importante na discussão. Veja abaixo algumas escolhas que podem fazer a diferença:

1. Evite o desperdício de alimentos

Atente-se a estes dados: 8% das emissões de gases de efeito estufa do mundo hoje originam-se da perda ou do desperdício de alimentos. Se o desperdício de alimentos fosse um país, ele seria o 3º maior emissor de GEE do mundo, atrás somente dos Estados Unidos e da China.

Faça a sua parte planejando o cardápio e indo às compras com uma lista para levar para casa só o necessário. Adote o hábito de armazenar os ingredientes considerando a data de validade, para não correr o risco de perdê-los, e adote receitas que façam o uso integral de alimentos.

2. Compre um item novo só se for realmente necessário

Antes de decidir pela compra de um novo produto, reflita se você realmente precisa dele. Você também pode optar pelo conserto do item que possui ou, se for possível, pela compra de um de segunda mão, que não vai exigir novas emissões relacionadas à sua produção.

Para você ter uma ideia do impacto da produção de um item, veja este exemplo: a produção de um único par de calçados emite o equivalente às emissões para gerar energia suficiente para o funcionamento de 50 máquinas de lavar ao longo de um ano inteiro (considerando 8 ciclos por mês).

3. Apague as luzes ao deixar um ambiente

consumo energia

Adote o hábito de privilegiar a iluminação natural, de apagar as luzes ao sair de um local e de substituir lâmpadas fluorescentes comuns por LED, cujo consumo é cerca de 30% menor. Para facilitar a comparação, o consumo de energia de 2 lâmpadas fluorescentes comuns (de 10W cada) equivale ao consumo de 3 lâmpadas LED.

4. Reduza o consumo de carne bovina

alimentos coronavírus

Ao substituir a carne bovina por outra fonte proteica (frango ou leguminosas, como lentilhas, feijões, ervilhas e grão de bico) uma ou mais vezes por semana, você poupa as emissões de gases de efeito estufa relacionadas à produção da carne, combatendo a Crise Climática. Enquanto a produção de um 1kg de carne bovina emite 27 kgCO2e, a de 1kg de frango emite quase 4 vezes menos (6,9 kgCO2e) e a de 1kg de feijão, quase 14 vezes menos (2 kgCO2e).

5. Escolha meios de transporte com melhor impacto

No caso de percursos curtos, prefira caminhar: faz bem à saúde e é livre de emissões de GEE. Em percursos médios, tente usar meios de transporte que não dependam da queima de combustíveis, como as bicicletas e os patinetes. E quando o carro for necessário, prefira os movidos a combustíveis renováveis, se isso for uma opção.

Para você entender a diferença dessa escolha, saiba que modais movidos a combustível fóssil, como a gasolina, emitem cerca de 25% mais CO2 na atmosfera do que os que utilizam etanol produzido a partir da cana de açúcar.

A hora é agora!

O aumento das temperaturas máximas e mínimas são apenas alguns reflexos da Crise Climática. O encolhimento das geleiras, a elevação do nível dos oceanos e mares e o crescimento da temperatura dos oceanos com a maior concentração de CO2 também estão nessa lista. Então, é hora de refletir sobre como o aquecimento global se relaciona com o nosso modo de viver e responder: o que você tem feito para cuidar do clima?

Confira mais dicas no site do Instituto Akatu .



Fonte: CicloVivo



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Gatos: dicas de cientistas para cuidar bem do seu pet

Leia Mais