Notícias

Covid-19: cães e gatos em risco no mundo inteiro, ainda mais no Brasil

Compartilhe:     |  7 de outubro de 2020

Devido aos impactos econômicos causados pela pandemia, a situação tem ficado cada vez mais difícil e precária para protetores, abrigos e Ongs de proteção animal, colocando em risco cães e gatos.

Com o desemprego, o aumento dos preços, a diminuição da renda e a restrições em virtude da pandemia, os tutores têm encontrado dificuldades para suprir as necessidades de seus animais de estimação.

Para agravar mais ainda este quadro, a proteção animal enfrenta muitos problemas dificultando dar a devida assistência aos animais resgatados das ruas.

E toda essa problemática vem acontecendo a nível global.

Efeitos prejudiciais aos animais provocados pela pandemia

As entidades que resgatam animais do abandono têm enfrentado continuamente desafios críticos, como:

O que tem sido feito para lidar com essa crise

Sociedade para a Prevenção da Crueldade contra os Animais – SPCA – International, tem estabelecido comunicação direta com diversos abrigos de animais espalhados pelo mundo, levantado as dificuldades e problemas que estão passando frente à pandemia e constataram que a situação é angustiante.

Veja alguns dos problemas levantados e o que tem sido feito no mundo inteiro para solucioná-los:

A SPCA-International, mais uma vez entrou em cena, e assumiu o compromisso de reverter $ 20.000 de seu fundo de arrecadação para intensificar essa ajuda aos animais do Líbano.

Diante dessa triste realidade, as famílias deslocadas dependem de abrigos e organizações de acolhimento para cuidar de seus animais, até que possam se reestruturarem, novamente.

E no Brasil, como está a situação?

Em nosso país, com tantos problemas sociais e políticos, todos os prejuízos provocados pela pandemia se intensificam, afetando diretamente os animais e colocando-os em risco.

Veja neste vídeo a matéria feita para o Teju, Jornal Universitário Uninter, sobre o aumento do abandono de animais durante a pandemia:

Como ajudar os animais de rua e as entidades de proteção animal?

Devido à tantas dificuldades, os protetores, entidades e Ongs precisam de comida, apoio para o resgate, recurso financeiro para compra de materiais veterinários, vacinas, castrações e do trabalho de divulgação e conscientização para ter a colaboração das pessoas.

Diante desse panorama, fica o nosso apelo às autoridades, empresariado e cidadãos para ajudar esses defensores dos animais, da forma que puderem, já que existem várias alternativas para isso, desde de:

Com todas essas ações, é possível ajudar os animais dos efeitos nocivos ocasionados pela pandemia. 

Una-se a nós nessa causa!



Fonte: GreenMe - Deise Aur



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Gatos: dicas de cientistas para cuidar bem do seu pet

Leia Mais