Notícias

Covid-19 está acelerando a transição mundial para o veganismo

Compartilhe:     |  15 de junho de 2020

A pandemia de Covid-19, que já causou a morte de mais de 400 mil pessoas em todo o mundo, está acelerando a transição mundial para dietas livres de alimentos de origem animal. A afirmação foi feita pela Mintel Food & Drink, uma das principais empresas de pesquisa do mundo.

Um estudo recente aponta que 12% de todos os britânicos afirmam que estão mudando seus sistemas alimentares devido à Covid-19 e ao acesso a dados que apontam que o consumo e criação de animais está intrinsecamente ligado ao surgimento de novas doenças e pandemias.

“As pessoas querem que o mundo mude para melhor agora e estão procurando maneiras de mostrar compaixão. Para os consumidores que lutam para saber como fazer uma diferença positiva, cortar a proteína animal pode ser visto como uma maneira de enfrentar a crise climática”, disse Alex Beckett, diretor da Mintel.

“Mesmo antes da disseminação da Covid-19, estávamos vendo um interesse crescente em alimentos e bebidas à base de vegetais nos mercados globais. Pode ser que a pandemia esteja acelerando essa tendência. Por exemplo, na China, vimos disparos nas vendas das novas opções de carne vegetais na KFC e Pizza Hut “, completou.

Redução da carne

Uma pesquisa realizada pela The Vegan Society em abril mostra que uma em cada cinco pessoas no Reino Unido está reduzindo ou abolindo o consumo de carne desde o início da pandemia de Covid-19. Além da carne, 15% dos entrevistas também informaram estar reduzindo o consumo de leite e ovos e derivados.



Fonte: Anda



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais