Notícias

Criados em ‘berçários’, 100 mil filhotes de tartarugas já foram soltos em rios no Araguaia em MT

Compartilhe:     |  8 de junho de 2019

Mais de 100 mil filhotes de tartarugas já foram soltos nos rios da região Araguaia de Mato Grosso. O projeto ‘Amigos da natureza’ faz o repovoamento da tartaruga-da-amazônia por meio de berçários em locais seguros e monitorados, até em escolas e quartéis militares. O projeto tem quase 18 anos.

Na semana do Meio Ambiente, o G1 publica, em parceria com a TV Centro América, uma série de reportagens sobre o assunto e detalhes da Expedição Travessia e da Expedição Rio Paraguai – das nascentes à foz. No dia 5 de junho é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente.

Francisco de Assis Ribeiro de Sousa, que trabalha com conservação de tartarugas na região, explica que o projeto começou em 2001.

O projeto 'Amigos da natureza' faz o repovoamento da tartaruga-da-amazônia por meio de berçários em locais seguros e monitorados, até em escolas e quartéis militares — Foto: Projeto Amigos da natureza

O projeto ‘Amigos da natureza’ faz o repovoamento da tartaruga-da-amazônia por meio de berçários em locais seguros e monitorados, até em escolas e quartéis militares — Foto: Projeto Amigos da natureza

Os principais objetivos, além da conservação das tartarugas, são a recuperação e reflorestamento, soltura de peixes de espécies nativas na bacia hidrográfica do Araguaia e coleta de lixo em trechos turísticos nos rios da região.

Tartaruga do projeto Amigos da Natureza — Foto: Projeto Amigos da natureza

Tartaruga do projeto Amigos da Natureza — Foto: Projeto Amigos da natureza

A soltura das tartarugas já ocorreu nos municípios da região: Luciara, Santa Terezinha, Porto Alegre do Norte, Confresa e São Félix do Araguaia.

“Esses anos todos de trabalho nós tivemos 100 mil filhotes soltos na natureza fora do risco de predação. Fazemos um berçário num lugar seguro e em alguns lugares fazemos os berçários em escolas, como forma de educação ambiental, e atualmente estamos com um berçário no quartel da PM e na Marinha”, comentou.

Projeto Amigos da Natureza — Foto: Rose Domingues/Sema-MT

Projeto Amigos da Natureza — Foto: Rose Domingues/Sema-MT

O projeto funciona com participação de voluntários e órgãos parceiros, como prefeituras, Ministério Público e colônias de pescadores.

“No berçário eclode os ovos e fazemos a soltura em locais seguros onde há abrigo, esconderijo e alimentação. É um trabalho para a perpetuação da espécie, tanto do animal quanto do ser humano”, concluiu.

'Berçários' para tartarugas foram criados em escolas e até quartéis na região do Araguaia — Foto: Projeto Amigos da natureza

‘Berçários’ para tartarugas foram criados em escolas e até quartéis na região do Araguaia — Foto: Projeto Amigos da natureza

Os filhotes rompem os ovos e nascem após um período de incubação que varia entre 45 e 60 dias, dependendo do calor do sol. A saída do ninho ocorre quase sempre à noite, estimulada pelo resfriamento da temperatura da areia. Nessa hora, são menores as chances de serem atacados por predadores.

Eventualmente, num dia nublado ou chuvoso, pode ocorrer o nascimento durante o dia, por conta do resfriamento da areia.



Fonte: G1 MT - Denise Soares



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Projeto de lei ‘Animal não é coisa’ é aprovado pelo Senado

Leia Mais