Notícias

Cuidados com os pés ajudam a manter o pique durante o carnaval

Compartilhe:     |  14 de fevereiro de 2015

Quem tem samba no pé sabe que esta é a parte do corpo que mais fica sobrecarregada durante o carnaval. Traumas causados por pisões e surgimento de bolhas, além do natural cansaço pelo excesso de esforço, estão entre os danos mais comuns. Para evitar que eles estraguem a folia, é preciso ter cautela desde a escolha do calçado até a hora de relaxar, na volta para casa.

Segundo a dermatologista Daniela Lemes, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, ao ir para lugares onde haja multidão, o melhor é calçar sapatos fechados como sapatilhas, tênis ou sapatênis. Sandálias e chinelos são contraindicados por deixarem os pés muito expostos:

— Não é recomendável usar calçados novos, já que a pessoa pode descobrir que eles machucam no meio do dia. O ideal é calçar um que já se conhece e sabe ser confortável.

Caso a unha fique roxa após um pisão, não se deve tentar arrancá-la. Se ela estiver presa ao dedo, com o crescimento, o hematoma (sangue pisado) será empurrado e sairá naturalmente. Esmaltes fortalecedores — procure as formulações à base de bepantenol e formol, por exemplo — podem acelerar esse processo.

Se a unha estiver muito frouxa, é preciso que o dermatologista ou o cirurgião avalie a necessidade de retirá-la. O procedimento é feito em consultório, com anestesia local.

— Quem arranca a unha em casa pode puxar parte da pele, o que provoca sangramentos e machucados — diz a médica.

Nos casos em que a unha fica solta, mas não cai sozinha nem é retirada, deve-se ter cuidado para que fungos causadores de micose não se proliferem no espaço entre ela e o dedo. Evitar sapatos fechados e colocá-los para secar após o uso é essencial.

Bolhas nos pés são outro problema que não pode ser solucionado em casa. De acordo com Daniela Lemes, se elas estiverem incomodando, o ideal é ir ao médico, para que ele abra o ferimento, faça um curativo e prescreva uma pomada para prevenir infecções.

— Como a pele fica muito exposta, a chance de infeccionar é grande — ressalta.

Se as bolhas forem pequenas, use calçados abertos nos dias seguintes à folia para arejar a região. Isso ajudará as lesões a estourar sozinhas e a cicatrizar.



Fonte: Extra - Camilla Muniz



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais