Notícias

Cultivar alface hidropônica evita desperdícios e é uma opção prática para produtores

Compartilhe:     |  10 de março de 2020

Plantar sem necessariamente utilizar solo fértil como principal estrutura é uma das técnicas mais antigas da agricultura, sendo, inclusive, utilizada na produção dos Jardins Suspensos da Babilônia.

Atualmente, o método de agricultura hidropônica vem sendo cada vez mais utilizado como alternativa ao cultivo orgânico, tanto pela sua praticidade ao evitar o contato das plantas com pragas e doenças, quanto pela rentabilidade, visto que há um aumento considerável na produção de frutas, verduras e até mesmo flores, quando cultivadas em um sistema hidropônico.

O NFT (Nutrient Film Technique) é o sistema hidropônico mais utilizado nos cultivos brasileiros, pois além de ser um método barato, não exige alta manutenção. Sua estrutura é composta por tubulações de PVC organizadas verticalmente em zig-zag, de modo a induzir a descida da água com nutrientes e garantir que todas as plantas recebam a solução nutritiva. Para impulsionar a solução para o topo dos tubos, é recomendado o uso de uma bomba de aquário comum.

O sistema hidropônico conta com o uso de um substrato nutritivo para sustentar as plantas dentro de sua estrutura ao mesmo tempo em que permite que suas raízes se desenvolvam em contato com a água, garantindo que haja sempre nutrientes e que a planta consiga se desenvolver fora da terra.

Como produzir alface hidropônica orgânica?

Dentre as hortaliças cultivadas em sistemas hidropônicos, a alface está em primeiro lugar na agricultura brasileira. A forte presença da alface na cozinha dos brasileiros exigiu que o sistema de produção aumentasse, porém, o uso excessivo de agrotóxicos e pesticidas tornou a hortaliça demasiadamente nociva para a população, tornando necessária a criação de métodos alternativos e orgânicos de produção da alface orgânica no Brasil.

Produzir alface orgânica pelo sistema hidropônico é um processo simples, mas exige alguns cuidados. A maioria dos produtores opta pelo uso de estufas, para garantir melhor controle do ambiente, mas também é possível criar sua própria horta orgânica hidropônica em casa, utilizando um modelo de jardim vertical ou até mesmo técnicas como o floating.

Escolhendo o local adequado

O primeiro passo para quem deseja cultivar alface hidropônica é a escolha do local. O uso de estufas facilita o controle do ambiente, o que é extremamente necessário para produções em larga escala.

O cultivo da alface em hidroponia exige que a temperatura permaneça em torno de 25°C e com umidade relativa do ar de aproximadamente 70%. Para quem deseja cultivar a alface hidropônica em locais menores e fazer a sua própria horta orgânica em casa a melhor opção é encontrar um espaço coberto com boa entrada de luz.

Preparando o substrato

Para que as plantas consigam se desenvolver fora do solo tradicional, é preciso que, dentro dos tubos de PVC, haja um substrato responsável pela sustentação. Para o modelo NTF, recomenda-se o uso de produtos de espuma, mas o produtor orgânico também pode optar pela lã de rocha, perlita, escória, serragem e pela fibra de coco.

A alface deve ser acomodada no substrato, mas também deve possuir liberdade para acessar a solução nutritiva, portanto, é fundamental que o material tenha porosidade e permita o desenvolvimento das raízes da planta.

Sementes ou mudas?

Escolher entre começar o cultivo com sementes ou mudas faz toda a diferença no processo de cultivo hidropônico. As sementes, além de frágeis, exigem maior cuidado e atenção do produtor; seu cultivo deve ser iniciado em estuma fenólica e a germinação leva aproximadamente uma semana. No entanto, optar pelas mudas é uma forma mais prática e segura de dar início ao cultivo, visto que há maior facilidade para a instalação e um menor risco de perda, visto que as mudas já estão adaptadas ao sistema hidropônico de cultivo.

Tanto as mudas quanto as sementes de alface devem ser adquiridas de produtores orgânicos certificados, garantindo que não houve nenhum processo químico para induzir o crescimento, desenvolvimento ou rendimento das plantas.

Irrigação e solução nutritiva

A irrigação na hidroponia é parte fundamental para um bom cultivo, primeiramente por fazer o papel do solo permitindo o desenvolvimento das raízes e, em segundo lugar, por ser a responsável pelo transporte de nutrientes. No método NFT, as raízes da alface ficarão diretamente na água e terão contato com um pequeno filme no qual estará disponível a solução nutritiva, enriquecida com Nitrato de Cálcio, Nitrato de Potássio, Fósforo, Sulfato de Zinco, dentre outros nutrientes essenciais para o bom desenvolvimento da planta.

Uma vez que a bomba de aquário reutiliza a água já presente no sistema, não há desperdício na hidroponia. O produtor deve apenas estar atento aos níveis de nutrientes presentes na solução nutritiva e realizar a manutenção de acordo com a necessidade. A solução pode ser feita em casa e ajustada para suprir todas as demandas nutritivas da alface.

Monitorando o sistema da horta hidropônica

O verdadeiro segredo para uma horta hidropônica de qualidade está no controle do sistema como um todo. Apesar de se tratar de um modelo com baixa manutenção, é importante que o produtor verifique diariamente os níveis de pH da solução, mantendo-o entre 5,8 e 6,4. Além disso, a concentração de nutrientes também deve ser analisada, repondo de acordo com o consumo e, se preciso, melhorando sua composição para tratar das plantas.

Para o produtor que optar por estufas, vale ficar atento à resposta das plantas aos níveis de luminosidade, temperatura e umidade relativa do ar, controlando o ambiente de acordo com o desenvolvimento das plantas, garantindo um crescimento saudável.

Como cultivar alface orgânica hidropônica

Para que as alfaces cresçam e se desenvolvam livremente, é importante realizar furos no cano de PVC com aproximadamente 25cm de distância. A alface leva cerca de três semanas para estar pronta para o consumo e durante a colheita o produtor deve retirar as plantas pela parte aérea da raiz, garantindo assim maior durabilidade dos pés de alface. Além disso, por se tratar de uma planta não desenvolvida na terra, não é necessário realizar nenhum processo de limpeza ou lavagem, preservando ainda mais a integridade das folhas.

Após colhidos, os pés de alface hidropônico devem ser armazenados em um ambiente fresco e com alto nível de umidade, preservando suas folhas e principalmente seus nutrientes. Assim como todos os produtos orgânicos, as alfaces produzidas em meio hidropônico garantem melhor disponibilização de nutrientes e vitaminas, sendo uma opção saudável e sustentável para sua família.

Horta Hidropônica x Horta Convencional

A horta hidropônica é uma opção simples e viável para produtores orgânicos que desejam fazer da agricultura um estilo de vida. Além da alta rentabilidade, visto que 1m² pode produzir até 12 mil plantas, o sistema hidropônico garante alfaces mais saudáveis e um menor risco de perda quando comparado com o método de plantio convencional.

O não contato com o solo evita a chegada de pragas como pulgões e formigas, reduzindo, consequentemente, o consumo de inseticidas orgânicos e demais soluções utilizadas para os tratos culturais da alface.

Se você é um produtor orgânico urbano, o sistema hidropônico pode ser uma opção para cultivar em sacadas, deixando o ambiente mais agradável e contribuindo para a decoração. Pensar em agricultura não é, necessariamente, cultivar em hortas, mas sim encontrar meios diferentes, criativos e principalmente sustentáveis de levar a produção de alimentos para o dia a dia das pessoas e garantir uma vida mais saudável e nutritiva!

Agora que você já sabe como fazer e cuidar de sua horta hidropônica de alfaces é hora de colocar a mão na massa e escolher um local apropriado para começar seu cultivo em casa!

Avatar

*Thiago Tadeu Campos é especialista em agricultura orgânica e consultor master em produção orgânica na empresa ImGrower. Um de seus principais hobbies é compartilhar conteúdo em seu próprio blog, cuja missão é fornecer material prático, atualizado e de qualidade sobre a produção de alimento orgânico e cultivo protegido.


Fonte: CicloVivo



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Não há evidências de que o coronavírus possa infectar gatos

Leia Mais