Notícias

Cultivo de coentro garante renda para agricultura familiar em Mãe d’Água

Compartilhe:     |  28 de junho de 2019

O Governo do Estado, por meio da Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer), vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), tem investido na produção de coentro e garantido renda a agricultores familiares do município de Mãe D’Água, no Sertão paraibano. Paralelamente ao cultivo de coentro, muitas dessas famílias têm investido, ainda, na criação de suínos.

Um dos beneficiados pela política de incentivo no cultivo de coentro do Governo do Estado é o agricultor familiar Francisco Lopes Martins. Morador do Sítio Mundo Novo, seu Francisco conta com a assistência técnica da Empaer para ampliar ainda mais a produção do coentro, atividade que ajuda a ganhar o sustento da família. “Com a Empaer, somente temos a ganhar e só faz bem para a gente, porque não mais aplicamos incorretamente os recursos recebidos e, assim, com o acompanhamento, não tem como errar”, comentou Francisco Lopes.

Depois de consolidar o cultivo de coentro pelo sistema de irrigação localizada, a sua principal atividade, Francisco passou a investir na criação de suínos. Com a orientação de extensionistas da Empaer, agricultores familiares têm tido acesso às diversas políticas públicas como Crédito Rural Pronaf B, Tarifa Verde, Garantia Safra, permitindo melhorar ainda mais a renda familiar e a qualidade de vida com os projetos executados. A família do agricultor Francisco Lopes, por exemplo, tem a assistência técnica continuada do extensionista rural Mascigleudo Almeida de Oliveira, de Mãe D’Água, contando com o acompanhamento do gerente regional da Empaer em Patos, Francisco Acácio.

O agricultor Francisco Lopes conta ainda com recursos do Programa Brasil Sem Miséria, o que possibilitou a ampliação do criatório de suínos e comprou ração para a alimentação dos animais. Em pouco tempo, a criação passou de dois animais para 25, com a parição da matriz reprodutora. São suínos das raças Piau e Piétrain. Com novos recursos obtidos junto ao Pronaf, outro programa de crédito do governo, ele melhorou as instalações dos animais. A produção é comercializada no mercado local, gerando com isso mais renda para a família.

“Francisco Lopes é um exemplo de agricultor familiar que segue corretamente os ensinamentos, aproveitando a troca de experiências, o que vem garantindo seu sucesso com as atividades para o desenvolvimento da Unidade de Produção Familiar onde reside e trabalha”, afirmou o extensionista Mascigleudo Almeida.



Fonte: Secom-PB



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Projeto de lei ‘Animal não é coisa’ é aprovado pelo Senado

Leia Mais