Notícias

Declaração de senciência dos animais assinada por elite científica deveria mudar o mundo

Compartilhe:     |  15 de junho de 2016

Há quatro anos, um grupo de cientistas conhecidos assinou a Declaração de Cambridge sobre a Consciência após terem concluído que os animais possuem uma compreensão consciente, da mesma maneira e intensidade que os seres humanos.

Esses animais incluem todos os mamíferos e aves, juntamente com muitos outros. Embora esse reconhecimento pareça óbvio, as implicações dessa declaração poderiam realmente mudar o mundo. Não se pode mais ignorar que os animais são seres sencientes, diz o Collective Evolution.

As redes neurais subcorticais, conhecidas pelo papel no comportamento humano, também são extremamente importantes para a geração de comportamentos emocionais em animais.

O estímulo artificial das mesmas regiões do cérebro gera comportamentos e estados emocionais correspondentes em seres humanos e em outros animais.

Evidências de níveis de consciência quase semelhantes aos de seres humanos foram mais observadas em papagaios cinzentos africanos. As redes emocionais de mamíferos e aves parecem ser muito mais homólogas do que se acreditava anteriormente.

Há o exemplo de uma porca grávida que pulou de um caminhão em movimento enquanto ele se dirigia para o matadouro.

Um caso emblemático e que se tornou bastante popular é o registrado pelo documentário Blackfish, que mostra os danos psicológicos sofridos por uma baleia mantida em cativeiro por muito tempo e que desafiou seus captores.

Caso essas evidências sejam consideradas por governos e pela população mundial, seria possível um mundo onde nenhum animal fosse mantido em cativeiro, tivesse que sofrer ou ser forçado a fazer truques para satisfazer os seres humanos.

Por isso, é fundamental não consumir produtos de origem animal ou ir a ambientes que os explorem para o entretenimento humano, como é o caso de circos, zoológicos e parques aquáticos.



Fonte: Anda



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Gatos: dicas de cientistas para cuidar bem do seu pet

Leia Mais