Notícias

Desafios da internet colocam a saúde dos adolescentes em risco

Compartilhe:     |  7 de março de 2020

Desafios como da “rasteira” e o “do sal” se popularizaram nas redes sociais, principalmente no aplicativo Tiktok, nova febre entre os jovens. O app apresenta inúmeros vídeos de duração máxima de 15 segundos, tempo suficiente para passar mensagens boas ou ruins.

— Os desafios online e outros tipos de riscos do uso da internet precisam ser debatidos de forma transparente entre professores, pais e alunos. Somente a partir de uma estrutura bem construída, como uma rede efetiva de proteção, será possível fazer frente a todos os desafios que um mundo em constante transformação nos apresenta — orienta a educadora Andrea Ramal.

A febre dos desafios tem deixado os pais cada vez mais preocupados. Ainda mais porque crianças e adolescentes são mais suscetíveis a copiarem o que assistem na internet.

— Isso ocorre pela necessidade de autoafirmação, característica das crianças e adolescentes. Participar desses jogos e entrar em novas redes sociais é próprio da insegurança que as fases da infância e da adolescência geram — explica Andrea.

Para Renata Ishida, psicóloga e coordenadora pedagógica do conteúdo do Laboratório Inteligência de Vida (LIV), pais e professores deveriam oferecer alternativas mais atraentes às crianças e adolescentes. Opções capazes de superar a capacidade da internet de surpreender e entreter este público.

— A minha sensação, hoje, é que temos pouca disponibilidade do mundo adulto para oferecer atividades para as crianças e adolescentes — afirma Ishida.

Para a especialista, é preciso também investir na construção do pensamento crítico, para que, ao se deparar com um desafio perigoso, a garotada consiga reagir.

— Essa faixa etária não está bem formada. Por isso, é importante muni-los de informação para que eles consigam avaliar aquilo que os colocará em risco — finaliza Renata.



Fonte: Extra



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Medicamentos e remédios caseiros: o que fazer e o que não fazer?

Leia Mais