Notícias

Dica de horta caseira ajuda a deixar alimentação mais saudável

Compartilhe:     |  13 de janeiro de 2021

Leguminosa altamente nutritiva, a planta pode ser cultivada em hortas caseiras desde que respeitados alguns critérios

Apostar no cultivo de legumes e hortaliças em casa é uma ótima maneira de ter uma alimentação mais saudável e natural. E um alimento que pode muito bem ser cultivado em hortas caseiras é a ervilha! Versátil na alimentação, a planta pode dar seus primeiros frutos após três meses de plantio. Com base nos guias da Coleção Plantar, uma série de títulos elaborada pela EMBRAPA, separamos os principais pontos que você precisa saber antes de plantar ervilha. Confira a seguir:

Onde plantar

A ervilha é uma planta leguminosa de plantio anual, do tipo trepadeira. Isso significa que ela costuma atingir alturas razoáveis, por isso pode ser uma boa ideia colocar um pedaço de madeira no qual a planta pode se apoiar à medida em que cresce. O ideal é que ela seja plantada em uma área externa, ou em uma horta um pouco maior, já que a planta e suas raízes costumam ser um pouco espaçosas. Mas isso não impede seu cultivo em áreas menores, como em apartamentos, por exemplo — apenas significa que terá que plantar menos sementes de uma só vez. Antes de plantar, também é recomendado deixar as sementes de molho por 24 horas.

Clima, solo e luminosidade

As ervilhas gostam de clima frio, por isso o ideal é plantá-las no inverno. Temperaturas entre 13ºC e 18ºC são as consideradas ideais, segundo a EMBRAPA, com o cultivo ficando prejudicado acima dos 27ºC. Devem ser mantidas em sol pleno, com um solo drenado, adubado e rico em matéria orgânica.

Uma recomendação da EMBRAPA é o uso do calcário dolomítico no solo, para suprir a necessidade de magnésio da planta. No entanto, o elemento mais importante para a leguminosa é o nitrogênio, por isso pode ser utilizado o adubo NPK, que deve ser aplicado com cuidado pois a ervilha não tolera bem excessos de concentração. O recomendado é que o adubo fique 5 cm abaixo e 5 cm ao lado da semente.

Uma recomendação geral é plantar a semente a 5 cm de profundidade. No entanto, essa medida pode ser menor em solos com maior retenção de umidade. Para que as raízes e folhas tenham espaço suficiente para se desenvolver, o recomendado é que o espaçamento entre as sementes varie entre 8 cm a um palmo, em média.

A ervilha, como toda planta, precisa de um solo irrigado para florescer e desenvolver as vagens. As regas devem ser leves, porém frequentes, sobretudo entre a fase de plantio e o crescimento da planta. Até o momento da germinação, a planta deve ser regada de três em dias. Após o surgimento das folhas e caules, esse intervalo pode passar para 7 dias.

Após alguns meses de cultivo, a planta deve começar a dar suas primeiras flores, que podem ser brancas, azuis, rosas ou roxas, a depender da variedade da ervilha. Delicadas, elas são uma boa opção de decoração também. E, a partir do momento em que a floração começar, as primeiras vagens começam a aparecer! Aí é só colhê-las com cuidado e preparar uma refeição saborosa. Que tal?



Fonte: Casa Vogue - LUIZA QUEIROZ | FOTO: GETTY IMAGES



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Estresse passa do dono para o cachorro

Leia Mais