Notícias

Dietas livres de ingredientes de origem animal melhoram a saúde, diz novo estudo

Compartilhe:     |  2 de janeiro de 2019

As pessoas que seguem uma dieta vegana são menos propensas a ter fatores de risco cardiometabólico em comparação com aqueles que consomem produtos de origem animal, de acordo com uma nova meta-análise.

Pesquisadores por trás do novo artigo “Fatores de risco cardiometabólicos em veganos; Uma meta-análise de estudos observacionais”analisaram 40 estudos de mais de uma dúzia de países para comparar os resultados de pessoas que consomem dietas veganas com aquelas que consomem dietas onívoras.

“Na maioria dos países, uma dieta vegana está associada a um perfil cardiometabólico mais favorável em comparação com uma dieta onívora”, concluíram os autores.

“Os pesquisadores descobriram que as pessoas que seguem dietas veganas consomem menos calorias e menos gordura saturada e têm menor massa corporal, colesterol LDL, triglicérides, pressão arterial e glicemia em comparação com os controles”, disse o Physicians Committee, organização de saúde liderada pelo aclamado médico Dr. Neal Barnard.

“Em Taiwan, houve menos diferenças entre os grupos de veganos e não-veganos. Os autores suspeitam que aqueles definidos como veganos em Taiwan aderem menos estritamente a uma dieta vegana, enquanto os onívoros lá consomem menos produtos de origem animal, em comparação com populações de outros países”.

Existem inúmeros estudos que comprovam os benefícios de uma dieta vegana em comparação com uma dieta onívora. Tanto para manter a boa forma, como para evitar problemas cardíacos, até mesmo para evitar o risco de câncer. Cada vez mais pessoas estão se rendendo aos fatos e aderindo uma dieta livre de crueldade.



Fonte: Anda



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais