Notícias

Diminua os efeitos do calor em sua casa e evite os sintomas da desidratação

Compartilhe:     |  25 de janeiro de 2015

Às vezes o calor chega sem piedade e então procuramos diferentes maneiras para combatê-lo. Infelizmente, muitas vezes esses modos incluem um uso excessivo de água e de energia, o que prejudica o meio ambiente (veja mais sobre pegada hídrica aqui). A seguir, apresentamos um conjunto de dicas sobre como deixar sua casa mais fresquinha durante dias quentes sem fazer mal para o meio ambiente ou para o seu bolso. Confira abaixo:

Invista em cores claras e tecidos mais finos

Cores escuras e tecidos grossos no verão podem causar um certo desconforto por reter calor. Portanto, se possível, substitua tapetes peludos e de cores escuras ou fortes por peças de fios curtos e de tom pastel. Elimine cores escuras das paredes, também dando preferência a tonalidades claras e pastéis. Se você tem um sofá com tecido pesado, como o veludo e a camurça, tente cobri-los com capas de panos leves, como algodão e linho; o mesmo se aplica a almofadas. Deixe de lado as mantas de sofá durante os dias mais quentes.

Essas pequenas medidas podem melhorar muito a qualidade e o conforto em casa, sem aumentar o consumo de energia ou de água.

Prefira lâmpadas frias

Pode parecer que não, mas utilizar uma lâmpada errada pode aumentar o calor em casa. Se você ainda tiver uma lâmpada incandescente (quente), agora é uma boa hora para substitui-la por uma fluorescente (branca) que é mais econômica e esquenta menos; caso queria se tornar ainda mais sustentável, troque por uma lâmpada LED que é fria, econômica e reciclável.

Ajuste sua mobília e espaço

A melhor solução é sempre aquela que é eficaz e não exige nada do seu bolso. Além de tudo isso, essa dica é simples: mudar seus móveis de lugar. O excesso de objetos faz com que os espaços fiquem mais abafados. Portanto, em dias quentes, tire cobertores, tapetes, almofadas, abajures, bichinhos de pelúcia, artigos de madeira e procure espalhar mais espelhos e vasos pela casa.

Tenha plantas e fontes

Coloque suas luvas e chapéu de jardinagem e mão na massa – ou na terra, como é o caso. Plantas são ótimas para umidade de um ambiente e ajudam a abaixar a temperatura. Porém, cuidado, não utilize plantas muito grandes em lugares pequenos, isso tornará o lugar mais abafado. Plantas dentro de casa mantêm o ambiente úmido e ajudam diminuir a temperatura interna. Leia aqui quais são as melhores plantas para cada cômodo da casa.

Outra dica é colocar fontes de feng-shui pela casa. Elas ajudam a deixar a casa mais úmida e gostosa nos dias mais quentes. Se você não gosta tanto de fontes, o mesmo funciona com aquários ou com qualquer outro artigo de decoração que inclua água.

Agora, se você gostar de plantas e aquários e se preocupa com meio ambiente, porque não juntar tudo em um vaso sustentável que é horta e aquário?

Deixe cortinas ou persianas fechadas

As cortinas ou persianas ajudam a evitar o aquecimento excessivo em casa, bloqueando a entrada direta da luz solar. Se você estiver fazendo reformas em casa, seria bacana instalar um filme fumê (conhecida como insulfilm) nas janelas em que entra mais luz solar, já que a película rejeita 79% do calor trazido pelos raios solares. Você pode ser ainda mais radical e, se você já estiver com as paredes cheias de buracos, poderia ser interessante instalar suas janelas viradas para o leste, para que os raios só entrem durante a manhã.

Mantenha o ar fresco da noite por um tempo maior

Assim que o sol se pôr, abra todas as portas e janelas dos cômodos (caso seja seguro) e deixe o ar correr pela casa. Antes que o dia amanheça, feche-as novamente. Durante a noite, o ar costuma ser menos abafado em comparação ao do dia. O ideal é tentar manter esse frescor por mais tempo.

Regule seu ventilador de teto

Seu ventilador de teto pode ser ajustado de acordo com a estação. Aposto que você não sabia dessa, hein? Ajuste-o para que as hélices girem no sentido anti-horário. Ao fazer isso no verão e deixar seu ventilador numa velocidade mais alta, o fluxo de ar produzido irá criar uma brisa refrescante para você e seus convidados.

Umedeça o ar

Se as plantas e fontes não são a sua praia, existem outras opções para umidificar o ar em casa sem gastar muita energia com umidificadores ou climatizadores. Coloque recipientes cheios de água fresca em cada ambiente da casa, lembrando que é importante ficar de olho nos focos de dengue. Se você tiver crianças pequenas na casa e não quer um acidente, espalhe toalhas de banho úmidas pela casa.

Condicione o ar

Aparelhos de ar-condicionado são caros por si só, sem contar a conta de energia que segue o uso deles. Mas não tema, existem outras soluções. Condicione o ar você próprio! Isso mesmo, para condicionar o ar é só colocar uma garrafa d’água congelada em frente a um ventilador ligado. Isso vai ajudar a circular o ar frio pelo ambiente sem precisar de um aparelho de ar-condicionado. Além de ser conveniente para o seu bolso, isso faz bem para o meio ambiente também (entenda o porquê clicando aqui).

Tenha um alimentação refrescante

É importante se hidratar, principalmente no verão. A água ajuda a regular a temperatura do corpo. Além de beber (muita!) água, é bom evitar ingerir bebidas alcoólicas e cafeína, já que são bebidas diuréticas que podem facilitar a desidratação. Faça refeições leves com grandes porções de frutas e verduras da estação (procure produtos locais e vire um locávoro!). Evite ingerir proteínas, pois estas aceleram o metabolismo, que consequentemente acelera a temperatura do corpo. Sinais como dores de cabeça, confusão, tontura e vômitos podem ser sintomas de desidratação.



Fonte: Equipe eCycle



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais