Notícias

Distribuição de mudas gera renda aos viveiricultores e estimula a agricultura sintrópica na Paraíba

Compartilhe:     |  3 de agosto de 2020

O Governo do Estado da Paraíba, por meio do Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú (Procase), em parceria com o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), está distribuindo para as comunidades rurais apoiadas pelo Projeto no Plano Emergencial cerca de 5 mil mudas de atriplex, que serão utilizadas em consórcio nos campos de palma. Ao todo, 50 comunidades serão beneficiadas.

Cada comunidade está recebendo 100 mudas de atriplex, que foram adquiridas de viveiricultores do Projeto Procase, gerando renda a estes produtores neste período de pandemia. A ação também desenvolve a agricultura sintrópica, um sistema de cultivo agroflorestal caracterizado pela organização, integração, equilíbrio, preservação  e recuperação de áreas degradadas. O investimento da ação foi no valor aproximado de R$ 10 mil.

De acordo com o gerente ambiental e de convivência com o semiárido, Wallene Cavalcanti, a iniciativa partiu de uma observação aos campos de palma. “Temos acompanhado a evolução destas áreas, com a preocupação quanto ao uso contínuo de águas salobras e a pouca diversidade de culturas implantadas, o que nos fez perceber a necessidade de melhorias”, afirmou.

Buscando medidas corretivas, deu-se início ao projeto de distribuição das mudas de atriplex, também conhecida como erva-sal, escolhida pelo poder que essa planta possui de absorver e reduzir altas concentrações de sais no solo pela irrigação, com estímulo à implantação de novas áreas de consórcio palma/erva-sal.

De acordo com o assistente técnico-ambiental Thiago César da Silva, a ideia é simples e poderá se espalhar de forma gradativa. “A atriplex tem uma reprodução vegetativa muito simples, de maneira que os agricultores vizinhos dessas comunidades beneficiadas vão observar a vantagem desse consórcio e irão conseguir mudas dessas comunidades matrizes e reproduzir estes consórcios com a palma em seus campos, melhorando tanto a qualidade dos solos e do ambiente, como também aumentando o número de pessoas mobilizadas a participar desse movimento tão importante, que é a agricultura sintrópica”, explicou.

Os territórios do Cariri Oriental e Ocidental já foram contemplados com as mudas, que foram adquiridas com os produtores do Convênio no município de Amparo. A previsão para as próximas semanas deste mês é da distribuição das mudas adquiridas dos viveiros do Curimataú (Santa Verônica e Riacho do Sangue), para os territórios do Curimataú, Seridó e Médio Sertão.

O Procase é fruto da parceria entre o Governo do Estado da Paraíba e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), organismo das Nações Unidas (ONU), beneficiando 56 municípios do semiárido paraibano, e visa fortalecer a agricultura familiar e contribuir para o desenvolvimento rural sustentável, reduzindo os níveis de pobreza rural e fortalecendo ações de prevenção e mitigação da desertificação.



Fonte: Secom-PB



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais