Notícias

Dois orangotangos são resgatados de cativeiro ilegal na Indonésia

Compartilhe:     |  19 de agosto de 2020

Dois orangotangos em perigo crítico foram resgatados do cativeiro na ilha de Java, na Indonésia, e enviados a um centro de reabilitação em Bornéu para avaliar se podem ser libertados de volta à natureza, disse um grupo conservacionista.

“Samson” e “Boboy”, ambos do sexo masculino e com idade estimada em 20 anos, sofriam de desnutrição quando foram removidos de um parque de diversões e de uma casa particular de família, de acordo com um comunicado do International Animal Rescue (IAR).

O cativeiro ilegal dos dois orangotangos de Bornéu foi descoberto em outubro do ano passado, antes do resgate ser providenciado, disse Darmanto, chefe da agência de conservação da natureza da Indonésia em Java Central.

O orangotango chamado Samson é resgatado de um cativeiro ilegal em Kendal, província de Java Central, na Indonésia, em 5 de agosto — Foto: International Animal Rescue (IAR) Indonésia/Heribertus/Divulgação via Reuters

O orangotango chamado Samson é resgatado de um cativeiro ilegal em Kendal, província de Java Central, na Indonésia, em 5 de agosto — Foto: International Animal Rescue (IAR) Indonésia/Heribertus/Divulgação via Reuters

Os orangotangos, que estavam presos em gaiolas, foram enviados para um centro de reabilitação em Ketapang, na província de West Kalimantan em Bornéu, disse o IAR.

No centro, eles farão exames de saúde e ficarão em quarentena por dois meses antes de serem avaliados para decidir se podem ser devolvidos à natureza.

“É muito triste ver indivíduos como Samson e Boboy, que deveriam viver livres em seu habitat natural, mas, em vez disso, estão confinados em gaiolas há anos”, disse Karmele L. Sanchez, diretor do programa da IAR Indonésia.

 

O orangotango chamado Samson é visto dentro de uma gaiola em um local de conservação ilegal em Kendal, província de Java Central, na Indonésia, em 5 de agosto — Foto: International Animal Rescue (IAR) Indonesia/Heribertus/Divulgação via Reuters

O orangotango chamado Samson é visto dentro de uma gaiola em um local de conservação ilegal em Kendal, província de Java Central, na Indonésia, em 5 de agosto — Foto: International Animal Rescue (IAR) Indonesia/Heribertus/Divulgação via Reuters

“O processo de reabilitação para orangotangos resgatados é longo e complicado. Será extremamente difícil para um orangotango que ficou preso em uma gaiola durante toda a sua vida aprender como sobreviver na selva”, disse Sanchez.

Estima-se que existam apenas cerca de 100.000 orangotangos de Bornéu na natureza, de acordo com o World Wildlife Fund, com a população diminuindo mais de 50% nos últimos 60 anos.

Os animais sofreram com a caça ilegal, bem como com a destruição do habitat devido à exploração madeireira em grande escala e substituição de florestas por culturas de rendimento, como o óleo de palma.



Fonte: G1 - Reuters



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais