Notícias

Dor no ciático: sintomas, tratamento e prevenção da lesão do Papa

Compartilhe:     |  17 de janeiro de 2021

Você tem dor nas costas ou dor no ciático, como o Papa Francisco, que teve até que cancelar missas no Ano Novo por causa do problema? Em um estudo publicado na revista Orthopaedics em 2012, 650 pessoas foram examinadas para dor lombar ou ciática e concluíram que cerca de 25% relataram um episódio de ciática nos últimos seis meses antes do estudo. Isso mostra como essa dor realmente é comum. Ciática é um termo usado para descrever a dor nas nádegas ou irradiando para baixo, na perna, causada por irritação no nervo ciático. Existem muitas causas de dor nas costas que podem irradiar dor pela perna, como, por exemplo, uma hérnia de disco. No entanto, a verdadeira ciática é específica do nervo ciático que está sendo irritado ou comprimido. E é muito comum também em atletas.

A dor no bumbum pode estar associada ao ciático: fique ligado! — Foto: Getty Images

A dor no bumbum pode estar associada ao ciático: fique ligado! — Foto: Getty Images

Sintomas da ciatalgia

A ciática geralmente se apresenta como uma dor lancinante nas nádegas que vai para a parte posterior ou lateral da coxa. Também pode apresentar dormência ou formigamento. Em casos graves, pode ocorrer dor extrema e fraqueza na perna, causando uma sensação de “instabilidade” na perna que já tirou muitos atletas das provas e o Papa da missa.

Sinais mais comuns:

  • Dor constante em um lado das nádegas;
  • Dor de um lado das nádegas aos pés;
  • Formigamento ou queimação em um lado ou ambas as pernas;
  • Fraqueza ou dormência nas pernas e pés;
  • Uma pontada de dor aguda nas costas.

Tratamento e prevenção

É importante tratar a causa da ciática, não os sintomas. A medicação pode ajudar a anestesiar a dor e diminuir a inflamação, mas não trata a causa da pressão ou irritação no nervo ciático. Aqui estão ferramentas importantes para você no alívio da dor ciática:

  • Mude sua posição com frequência: muitos episódios de ciática resultam de ficar sentado por muito tempo, má postura e músculos centrais fracos. Se você tiver um surto de ciática, certifique-se de alternar entre as posições sentada, em pé e deitada. Tente alternar a cada 15 minutos, se possível. Nessa quarentena, atendi muitos pacientes com essa dor devido às horas excessivas de home office;
  • Não se sente por longos períodos: sentar aumenta a pressão sobre o nervo ciático, à medida que ele se desloca abaixo dos músculos glúteos até a perna. Evite sentar nos extremos: em um sofá macio por muito tempo ou em cadeiras duras. Se puder, tente caminhar de 10 a 15 minutos ao ar livre ou em uma esteira a uma velocidade confortável para ativar a musculatura e diminuir a compressão;
  • Melhore a mobilidade e a força do quadril. Nossos quadris se movem em uma grande amplitude de movimento. No entanto, ao ficarmos frequentemente sentados ao longo do dia em frente ao computador ou assistindo TV, nossos ligamentos e músculos ao redor do quadril se contraem, causando perda de movimento. Embora essa perda de movimento possa não parecer óbvia, ela altera o estresse e a tensão em sua coluna. Melhore a mobilidade e a força do quadril para aliviar a pressão sobre o nervo ciático. Converse com um fisioterapeutas e professor de educação física sobre quais exercícios são seguros para melhorar a flexibilidade e força do quadril;
  • Aumente a flexibilidade da sua coluna com segurança. Ter uma coluna vertebral forte e flexível é fundamental para sua saúde e para o desempenho geral e esportivo, inclusive de quem quer performance. No entanto, é muito importante saber os exercícios certos para a sua ciática ou dor nas costas, uma vez que podem ocorrer mais danos se os exercícios forem feitos de forma inadequada. É aqui que a experiência de um especialista pode ajudar significativamente. Com anos de treinamento em medicina e programas de exercícios, você precisa primeiro fazer o diagnóstico para seguir o caminho certo dos tratamentos e exercícios necessários para ajudar no seu problema. E acima de tudo: preveni-los;
  • Obtenha ajuda de um especialista. Se você sofre de dor ciática, precisa de ajuda antes que ocorram danos a longo prazo. A ciática é uma doença do sistema musculoesquelético. Mas também precisamos descartar outras patologias que comprimem o nervo simulando o clássico problema ortopédico. Entre elas:
  1. Hérnia de disco (lombar) – Quando o disco na parte inferior das costas desliza para fora do lugar, causando compressão em uma raiz nervosa.
  2. Doença degenerativa do disco (lombar) – A deterioração dos discos na parte inferior das costas, causando movimento que irrita a raiz nervosa.
  3. Estenose espinhal (lombar) – Quando o canal espinhal começa a se estreitar na parte inferior das costas, causando compressão dos nervos.
  4. Espondilolistese ístmica – Quando as vértebras escorregam sobre outra vértebra comprimindo uma raiz nervosa.
  5. Tumoração – Casos mais excepcionais, mas que precisam igualmente ser descartados.

Os médicos especialistas no tratamento do sistema musculoesquelético devem ser procurados precocemente, o que é fundamental para uma rápida recuperação e prevenção de episódios futuros de dor nas costas ou ciática. Mesmo que você tenha sofrido por anos, podemos ajudar, muitas vezes sem cirurgia ou de outros procedimentos mais invasivos que são realizados nos casos refratários.

Bons treinos e um ótimo 2021, valentes!

Ana Paula Simões – CRM /SP 108667



Fonte: Eu Atleta -Por Ana Paula Simõ



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Alimentação natural para cães: dicas e cuidados

Leia Mais