Notícias

E se os postes fossem substituídos por árvores que brilham naturalmente?

Compartilhe:     |  15 de abril de 2015

Os postes de eletricidade levam a energia elétrica das redes de distribuição para nossas residências. E se eles pudessem ser substituídos por alternativas mais ambientalmente corretas? Isso é o que propõe uma equipe de pesquisadores japoneses que desenvolveu proteínas capazes de produzir luz visível a olho nu.

A ideia principal é substituir os postes de luzes por árvores iluminadas para economizar energia elétrica. As proteínas, chamadas de “nano-lanternas”, liberam luzes de cores azul, amarela, laranja ou verde, a depender do tipo. As luzes poderão ser usadas em pesquisas médicas e para substituírem a eletricidade, conforme afirma a equipe de pesquisadores da Universidade de Osaka.

Será que um dia essas “árvores fluorescentes” poderão substituir a paisagem de concreto dos postes nas cidades?

Atualmente, já são usadas substâncias parecidas para visualizar melhor processos microscópios, como o funcionamento de células e tecidos. Contudo, essas proteínas brilhantes acendem somente quando entram em contato com a luz, o que poderia matar os organismos examinados. Como as novas proteínas acendem por conta própria, esse problema estaria solucionado.

Luzes mais fortes

As proteínas brilhantes foram desenvolvidas a partir da combinação de proteínas vindas de águas vivas e corais. Ao serem expostas a um tratamento químico, as proteínas emitem luzes 20 vezes mais fortes do que a de proteínas brilhantes convencionais.

O estudo dos pesquisadores japonenses foi publicado recentemente na revista norte-americana Proceedings of the National Academy of Sciences.

Será que um dia essas “árvores fluorescentes” poderão substituir a paisagem de concreto dos postes nas cidades?



Fonte: EcoD



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Uma casa ambientada para você e seu pet

Leia Mais