Notícias

Em Roma, milhares de joaninhas para salvar os pinheiros dos parasitas

Compartilhe:     |  21 de maio de 2021

Roma, Cidade Eterna, um dos destinos turísticos mais cobiçados do mundo, tem um patrimônio arbóreo incrível, mas infelizmente em declínio, a causa de parasitas.

Pouca gente sabe, Roma não é só bonita por ser um museo a céu aberto. É também uma cidade verde, uma das mais verdes da Europa. Mas essa natureza está em perigo.

Assim, nasce um projeto chamado Coccinella libera tutti (Joaninha libera tudo) que decidiu encontrar uma solução ambientalmente sustentável para resolver o problema das pragas que estão adoecendo as árvores da Cidade Eterna, principalmente os pinheiros-mansos, tão característicos de Roma.

Trata-se de um projeto de controle biológico que visa liberar joaninhas específicas para combaterem os parasitas das árvores, restaurando o equilíbrio natural do meio ambiente.

Como funciona

O projeto conta com a participação de várias associações, e foi inaugurado com a libertação simultânea de joaninhas em vários parques e áreas verdes da cidade.

As joaninhas serão colocadas mensalmente (com a ajuda de gruas) em árvores que não receberam outros tratamentos químicos, identificadas pelos especialistas envolvidos no projeto.

A presença de parasitas, como cochonilha e Toumeyella parvicornis, é cada vez mais agressiva e em constante crescimento nos últimos anos.

As joaninhas salvadoras que naturalmente combatem contra esses parasitas são das espécies Cryptolaemus montrouzieri e Exochomus quadripustulatus.

Cryptolaemus montrouzieri se alimenta de insetos cochonilhas (pseudococcídeos), e é conhecida no controle biologico e na defesa de diferentes tipos de árvores, frutas cítricas e videiras.

Já a Exochomus quadripustulatus se alimenta de Toumeyella parvicornis, também conhecida como cochonilha-tartaruga, que está causando o declínio e a mortalidade dos pinheiros (Pinus pinea), a árvore simbólica da capital italiana.

O projeto também busca financiamento coletivo no gofund.me para a compra de 6.000 joaninhas para tratar 600 árvores.

Joaninhas são guerreiras, símbolos de sorte e sustentabilidade.



Fonte: Greenme - Daia Florios



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Como não repreender seu cachorro – Dicas de cuidados e educação

Leia Mais