Notícias

Empresa substituirá plástico por banana na fabricação de saquinhos de chá

Compartilhe:     |  5 de novembro de 2018

Iniciativa pretende largar o polipropileno, que é usado por muitas empresas para selar os saquinhos e garantir que eles mantenham a forma desejada

A Clipper Teas, uma das maiores marcas de chá do Reino Unido, está lançando um saquinho de chá sem plástico feito apenas de materiais naturais.

A iniciativa inovadora é considerada o primeiro saquinho de chá sem plástico não-GM (geneticamente modificado) e não-branqueado. Ele é feito usando uma mistura de materiais, incluindo um deles sendo feito de bananas.

A mudança da marca foi motivada pelo número cada vez maior de consumidores que estão procurando maneiras de reduzir a quantidade de plástico que usam e descartam.

A nova embalagem da Clipper, que usa apenas materiais naturais, é a resposta da empresa ao problema. Os saquinhos de chá serão produzidos usando uma mistura de abacá, que é uma espécie de banana, fibras vegetais de celulose e um biopolímero chamado PLA.

Graças a essa maquiagem natural, os sacos serão biodegradáveis e compostáveis. A nova versão já está em produção, mas antes de todos os chás Clipper serem livres de plástico, haverá um período de transição enquanto as lojas vendem todo seu estoque atual.

Um saquinho de chá pode não ser a primeira coisa que vem à mente quando pensamos sobre a poluição do plástico, mas muitos sacos contêm um pouco desse material não biodegradável. O polipropileno é usado por muitas das principais marcas de chá para selar os saquinhos e garantir que eles mantenham a forma desejada.

As quantidades de plástico encontradas nos saquinhos de chá podem ser pequenas, mas, como todos os pequenos pedaços de plástico, elas se acumulam e aumentam o problema já predominante da poluição. Basta pensar na quantidade de saquinhos de chá usados e jogados fora todos os dias.

De acordo com a UK Tea & Infusions Association, os britânicos bebem 162 milhões de xícaras de chá por dia, o que equivale a 60,2 bilhões de xícaras por ano.

Além disso, 96% dessas xícaras de chá são fabricadas a partir de saquinhos de chá, ao contrário do chá a granel, o que faz com que o Clipper se afaste do plástico ainda mais importante e traga uma diferença.

No início deste ano, outra marca líder de chá no país, a PG Tips, anunciou que mudaria para sacos de chá biodegradáveis até o final de 2018.



Fonte: ANDA - Julia Cortezia



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

A surpreendente velha amizade entre um cão e um golfinho

Leia Mais