Notícias

Energia eólica cresce 44,4% no Brasil em um ano, de acordo com boletim

Compartilhe:     |  30 de julho de 2014

O Brasil apresentou resultados positivos e expressivos na fabricação de energia a partir dos ventos. De acordo com o Boletim de Operações de Usinas da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), a produção nacional de energia eólica aumentou 44,4%.

O órgão considerou o período de um ano na avaliação, que foi de maio de 2013 até maio de 2014. O informativo também analisou outras fontes energéticas. A produção termelétrica cresceu 20,7%. As hidrelétricas tiveram redução de 5,1%, mas ainda assim continuam a ser a principal fonte brasileira, responsável por 66,5% da produção.

Ao todo, segundo a CCEE, as turbinas eólicas geraram 747 megawatts de energia. Já o crescimento identificado na produção termelétrica deve-se, principalmente, ao aumento da energia nuclear, que gerou 1.763 megawatts. A biomassa obteve números representativos, com 3.038 megawatts, um crescimento 21,6% em relação ao mês de maio de 2013, conforme noticiado pela Agência Brasil.

Rio Grande do Sul dá exemplo no Brasil

Em maio deste ano o Rio Grande do Sul anunciou a construção do maior parque eólico da América Latina. Instalado nos municípios de Santa Vitória do Palmar e Chuí, o empreendimento deve contar com o investimento de R$ 3,5 bilhões, obtidos em parceria com a Eletrosul.

O sistema, que contará com três grandes parques, deve ter 583 megawatts de capacidade instalada, energia suficiente para atender ao consumo de mais de três milhões de habitantes.



Fonte: Redação CicloVivo



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

5 coisas horríveis que você não sabia que aranhas podem fazer com você

Leia Mais