Notícias

Engasgos em bebês: saiba como evitar e o que fazer, caso o acidente aconteça

Compartilhe:     |  28 de maio de 2020

Uma cena bem comum, principalmente quando se trata de bebês muito pequenos: o engasgo. Quem é mãe sabe o desespero que bate quando isso acontece.

Recentemente, um bebê de 3 semanas se engasgou com leite materno, em uma rodovia, em Taboão da Serra, interior de SP. Os pais pediram socorro aos agentes que estavam fazendo patrulha. Por sorte, o desfecho foi felizo bebê foi salvo pelos guardas, que conseguiram desobstruir as vias aéreas do bebê.

No entanto, situações como essa podem acontecer com qualquer família. Por isso é importante saber que medidas devem ser adotadas para evitar que isso aconteça e o que fazer em casos de engasgos.

Como evitar que bebês engasguem?

Ocorrências como sufocamento e engasgo estão entre as principais causas de morte de bebês no Brasil. Quanto menores, mais vulneráveis a sofrerem esse tipo de acidente. Isso porque não existe nos bebês muito pequenos maturidade neurológica, respiratória e digestiva, o que favorece engasgos. Por isso todo cuidado é pouco.

Confira abaixo algumas dicas de como evitar que isso aconteça:

E se acontecer de o bebê engasgar? O que fazer?

A primeira medida a ser adotada, caso o bebê se engasgue, é manter a calma. Caso note que o bebê está com as vias aéreas obstruídas, não consegue respirar, está vermelho e/ou não emite nenhum som, coloque o bebê de bruços sobre um dos teus braços (com a cabeça do bebê voltada para baixo). Bata, de leve, nas costas dele com a palma da mão ou faça uma leve pressão na região dorsal para provocar tosse. O líquido que obstruiu as vias aéreas deve sair pela boca ou nariz. Geralmente essa manobra é suficiente para desengasgar.

Veja o vídeo desta manobra:

Engasgos muito frequentes precisam ser investigados, pois podem indicar algum erro na amamentação ou mesmo refluxo ou problemas de deglutição.



Fonte: GreenMe - Cíntia Ferreira



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais