Notícias

Entre roças e extensos canaviais, animais silvestres vivem e se reproduzem

Compartilhe:     |  28 de abril de 2015

As imagens de satélite não deixam dúvidas. Em trabalhos de campo realizados em fazendas da região de Ribeirão Preto, pesquisadores da Embrapa – Monitoramento por Satélite constataram que há uma vida selvagem que pouco se mostra.

No trabalho da Embrapa que é feito há mais de 20 anos em vastas plantações de cana-de-açúcar, câmeras remotas instaladas em pontos estratégicos revelaram animais adaptados aos ambientes modificados pelo homem. São tamanduás, teiús, veados-mateiros, lobos-guarás, jaguatiricas, bandos de macacos-prego e um predador de respeito: a onça-parda. Não uma, mas uma família inteira.

Os registros surpreendem também pela quantidade de espécies. De acordo com o pesquisador José Roberto Miranda, os equipamentos flagraram 340 espécies de vertebrados, o que é uma riqueza se comparado ao que se encontra, por exemplo, na Serra do Japi, importante trecho contínuo de Mata Atlântica no Brasil. Do total de espécies avistadas, 49 estão ameaçados de extinção no estado de São Paulo.



Fonte: ANDA



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Não há evidências de que o coronavírus possa infectar gatos

Leia Mais