Notícias

Época de revoada de cupins vai começar: saiba como proteger a madeira na sua casa

Compartilhe:     |  11 de setembro de 2020

Neste ano, a primavera começa no dia 22 de setembro e traz consigo não só jardins floridos, como também um perigo que literalmente vem pelo ar: os cupins. Uma colônia desses insetos é capaz de destruir a estrutura de um móvel, pisos, portas e janelas em questão de meses, e nem todas as pessoas sabem que soluções simples podem evitar dor de cabeça e gastos extras.

“Como um ataque de cupins pode passar desapercebido em um primeiro momento, a prevenção é sempre o melhor remédio”, afirma Jackson Vidal, químico especialista em madeira da Montana Química. “Saber detalhes sobre como os insetos agem é essencial para quem quer proteger a madeira dentro de casa.”

Leia abaixo um tira-dúvidas sobre o assunto:

Qual é a época de revoada dos cupins?

A primavera, que, neste ano, vai de 22 de setembro a 21 de dezembro. As revoadas podem se estender mais algumas semanas, pelo verão.

Por que a revoada ocorre?

Porque os cupins reprodutores, machos e fêmeas, deixam a colônia para acasalamento. Eles criam asas e voam na busca de parceiros. Os casais, já no solo, procuram um local para formar a nova colônia.

Aleluia, siriri e cupim são a mesma coisa?

Aleluia, ou siriri, é o nome dado ao cupim em sua fase alada.

Quais são os tipos de cupins?

Há várias espécies, três delas mais comuns nas cidades: o cupim arbóreo, o de madeira seca e o subterrâneo. Este último é o mais perigoso e causa mais danos às madeiras dentro de casa.

Qual o período do dia em que há mais riscos?

Geralmente à noite, porque os insetos são atraídos pelas luzes das casas e invadem os imóveis em grupos.

Cupim come cimento?

Não. O inseto pode, porém, excepcionalmente, “abrir caminho” por estruturas menos duras de alvenaria. O pó de cimento deixado para trás criou esse mito.

Cupim come livro ou roupa?

Sim. Há espécies que comem celulose (livros, jornais, papéis, papelão) e até alguns tipos de tecidos.

TIPOS DE MADEIRA

Quais madeiras mais e menos resistentes em relação aos cupins?

Os cupins podem atacar qualquer tipo de madeira, mas preferem as mais macias, como o pinus e o cedrinho. Algumas madeiras são mais duras ou de árvores que produzem toxinas e são mais resistentes aos cupins, como a imbuia, o jacarandá, o ipê, a peroba-rosa e a sucupira.

Madeira tratada de fábrica resiste a cupins?

Sim. Há vários tipos de tratamentos feitos na madeira. O ideal é, ao comprar qualquer produto de madeira, certificar-se de que a matéria-prima (as toras de madeira) passaram pelo processo de autoclave, que submete o material a vácuo e pressão para a fixação de produtos químicos anticupins.

PREVENÇÃO E DETECÇÃO

Quais as melhores formas de prevenir a infestação de cupins?

1) Colocar telas nas portas e janelas de casa

2) Escolha madeiras tratadas em autoclave e mais resistentes

3) Use cupinicida preventivo: há produtos específicos no mercado para evitar infestações em forros, estruturas, móveis, esquadrias e pisos

4) Envernize sempre os móveis e outros itens de madeira para oferecer proteção extra contra ataques

5) Não acumule objetos de madeira, como caixas e móveis velhos, nem livros ou papéis em um canto ou quarto da casa

6) Promova a dedetização regular de sua casa

Como detectar se há infestação de cupim em casa?

Ao observar o resíduo deixado pelos insetos. Os cupins deixam um rastro no formato de pó granulado e pequenos furos. Ao bater na madeira, é possível notar que ela está oca quando a infestação já está em um estágio mais avançado. Dependendo do momento da infestação, não é tão simples detectar, portanto, se desconfiar, contrate um especialista.

Se a infestação for concentrada e inicial, é possível acabar de forma rápida?

Sim. Cupinicidas em aerossol são indicados para combate de pequenos ataques de cupins na madeira. Há produtos no mercado com bico injetor especial, que facilita a aplicação, e também para utilização com pincel. Já há, também, produtos à base de água, o que reduz danos ao meio ambiente e à saúde. Os produtos devem ser aplicados em todos os lados da madeira. Veja dicas aqui: http://bit.ly/2Q5w5qu.

COMBATE

O que fazer se algum móvel já foi infestado?

Se a infestação já alcançou um nível maior, não há outra solução melhor ou mais barata: contrate uma empresa especializada. Métodos caseiros, como vinagre, óleo de cravo e querosene, não funcionam e podem causar danos à saúde das pessoas.

Quais métodos mais comuns de combate a cupins?

Entre os mais conhecidos no mercado estão venenos (aplicação ou iscas). Retirar a madeira do ambiente é uma boa solução quando a infestação for localizada. No caso de infestações de cupins da espécie subterrânea, é indicado o tratamento não só da madeira, como também do solo, para criar uma camada que impeça reinfestações.

Veneno de spray funciona?

Esses produtos só vão funcionar se você conseguir atingir casais de cupins que estão procurando um lugar para se instalar na sua casa. Quando a infestação já ocorreu, o veneno só atingirá superfícies da madeira e não destruirá a colônia.

Sobre a Montana Química

A Montana Química construiu a reputação de especialista no tratamento, proteção e preservação de madeira no mercado graças ao seu principal valor, presente no coração da empresa desde 1953: preservar para o futuro. A multinacional investe continuamente em pesquisa e desenvolvimento, parque industrial e capacitação do seu capital humano para desenvolver produtos e serviços de alta qualidade. A Montana possui duas unidades de negócios: industrial, que abrange a linha de preservação e produtos de alto desempenho para madeira, e varejo, que abrange a linha de acabamentos e complementos.



Fonte: Bem Paraná



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Gatos: dicas de cientistas para cuidar bem do seu pet

Leia Mais