Notícias

Espaço Ecológico debate tecnologia inovadora para conter erosão na falésia do Cabo Branco

Compartilhe:     |  9 de abril de 2015

A entrevista do programa Espaço Ecológico, neste sábado (11), será com Gilberto Alves Pekala, oceanógrafo, doutor em microbiologia aquática, e Fernando Neves, empresário e ambientalista.

Eles vão falar sobre a erosão na falésia do Cabo Branco, suas causas e possíveis soluções. Um dos pontos turísticos mais conhecidos do Brasil, a falésia do Cabo Branco, em João Pessoa, está ameaçada pela erosão e estudos mostram que a falésia tem diminuído 2 metros por ano.

O empresário Fernando Neves vai comentar sobre sua impressão relativa ao projeto a ser executado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa e acerca de uma técnica inovadora (sandsaver) que vem sendo praticada em vários locais no mundo.

O doutor Gilberto Pekala também vai comentar sobre as obras de engenharia executadas em proteção de falésias e que não contemplam os cuidados com a natureza.

Com 11 anos de atividades, o Programa Espaço Ecológico continua levando ao ar mensagens educativas, prestação de serviço, dicas ecológicas, poesias ecológicas, crônicas e entrevistas com pessoas ligadas ao meio ambiente.

O programa Espaço Ecológico é veiculado todo sábado das 8h00 às 9h00 na rádio Tabajara FM 105.5 e pode ser escutado ao vivo. É só clicar no ícone ao lado.

Principais notícias do programa

Aquecimento global afeta desenvolvimento dos peixes na zona equatorial

Apesar do desmatamento, Terra se tornou mais ‘verde’ na última década

Crise hídrica: 56 cidades nordestinas estão em situação de colapso, diz governo

Excrementos de alpinistas no Everest contaminam monte mais alto da Terra

Agência ambiental dos Estados Unidos vai exigir restrições sobre herbicida glifosato

Fibra de abacaxi pode substituir couro na confecção de produtos



Fonte: Espaço Ecológico



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Lei que proíbe piercings e tatuagens em animais é sancionada no Distrito Federal

Leia Mais