Notícias

Espécie desconhecida de mamífero é registrada em colinas no Quênia

Compartilhe:     |  23 de dezembro de 2020

Pesquisadores da Universidade de Helsinque, na Finlândia, acreditam ter descoberto uma nova espécie de hírax nas colinas Taita, no sudeste do Quênia. O estudo, publicado este mês no periódico científico Diversity, tinha como objetivo analisar a vocalização noturna de animais que vivem no bioma.

Os hiraxes são mamíferos ainda pouco conhecidos pela ciência. Eles se parecem com porquinhos-da-índia, mas já se sabe que, na verdade, são parentes distantes dos elefantes (sim!). De hábitos noturnos, vivem nas copas de árvores de florestas tropicais da África.

Sabe-se que eles conseguem produzir sons acima de 100 decibéis e por bastante tempo: no mínimo 12 minutos consecutivos. “Os animais que cantam provavelmente são machos tentando atrair fêmeas que estejam dispostas a acasalar”, pontua, em comunicado, Hanna Rosti, pesquisadora da Universidade de Helsinque que passou três meses na floresta registrando esses sons.

O que ela observou, porém, é que alguns desses barulhos ainda não haviam sido descritos em estudos anteriores. As análises sugerem duas populações de espécies diferentes nas colinas Taita: uma menor, muito semelhante à que vive no litoral do Quênia; e outra que ainda não foi associada a nenhuma espécie conhecida, e por isso acredita-se ser inédita.

“A taxonomia de muitos mamíferos noturnos permanece pouco conhecida, e muitas populações ainda não foram estudadas”, observa o cientista Henry Pihlström, que foi o responsável por revisar o material da literatura científica relacionado a essa espécie ainda tão enigmática.



Fonte: Revista Galileu



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Estresse passa do dono para o cachorro

Leia Mais