Notícias

Estudante da UFPB apresentará projeto para descarte de resíduos eletroeletrônicos em fórum da ONU

Compartilhe:     |  23 de novembro de 2020

O estudante Daniel Ribeiro dos Santos, do curso de Engenharia Elétrica da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), teve seu resumo aceito para o 12º Fórum de Genebra, na Suíça. O evento será realizado entre os dias 7 e 11 de dezembro, pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Na ocasião, o estudante da UFPB compartilhará as experiencias exitosas do projeto de extensão para o descarte correto de resíduos eletroeletrônicos em João Pessoa. O objetivo principal da iniciativa é realizar palestras de conscientização nas escolas públicas da capital paraibana.

Além disso, o projeto trabalha no reaproveitamento desses resíduos eletroeletrônicos para a produção de materiais didáticos para as unidades de ensino participantes da iniciativa e para o Laboratório de Controle e Automação (LAC) da UFPB, localizado no Centro de Energias Alternativas e Renováveis (CEAR), no campus I, em João Pessoa.

“Também ministramos oficinas para a associação de catadores da cidade, sobre manejos de resíduos de informática. Nas escolas, instruímos os alunos para produzirem pequenos aerogeradores com os resíduos”, explica o professor e orientador do projeto, Ademar Virgolino da Silva.

O Fórum de Genebra visa a divulgação de projetos especialistas no desenvolvimento sustentável e na paz e promoção de trabalhos feitos em comunidades e que podem servir de exemplo para outros países. “É uma forma de divulgação global do projeto”, conta o docente da federal paraibana.

A apresentação seria presencial, em 7 de dezembro. Porém, devido à atual crise sanitária causada pela pandemia da covid-19, todas as comunicações orais ocorrerão através de videoconferência. Agora, a do Daniel Ribeiro dos Santos será em 9 de dezembro.

Atualmente, ele mora na França, por conta de intercâmbio, no âmbito do programa Brafitec, que apoia a capacitação de estudantes de engenharia no país europeu. Ademar Virgolino da Silva adianta que o estudante da UFPB recebeu o comunicado de que já foi aceito para o mesmo fórum em 2021.

O grupo de que Daniel Ribeiro dos Santos fez parte no projeto de extensão da UFPB mantém parceria com as escolas de João Pessoa e com a empresa Ecobras, que é responsável por coletar os resíduos eletrônicos na cidade e dar a eles a destinação adequada. Devido à pandemia, as atividades para produção de vídeos didáticos estão sendo feitas de forma on-line.

De acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), 80% do lixo eletrônico produzido no mundo não é reciclado. Um estudo realizado pelo Programa da ONU para o Meio Ambiente (PNUMA) identificou que a indústria eletrônica, uma das maiores e que mais crescem no planeta, gera, a cada ano, até 41 milhões de toneladas de lixo eletrônico, de bens como computadores e celulares smartphones.

É possível acompanhar as ações do projeto de extensão da UFPB por meio de canal no YouTube, de perfil no Instagram e de página no Facebook.



Fonte: Ascom/UFPB



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Frio: veterinários indicam cuidados com pets

Leia Mais