Notícias

Estudantes criam jogo sobre economia de água e chegam a final de competição mundial

Compartilhe:     |  7 de julho de 2015

Alunas de uma escola pública brasileira criaram um jogo para celular que mostra como é importante economizar água. O aplicativo, desenvolvido para dispositivos Android, chegou à final de uma competição mundial de tecnologia disputada por meninas de 28 países, o Technovation Challenge 2015, apoiado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Batizado de The Last Drop (A Última Gota, em tradução livre), o jogo busca despertar a consciência ambiental em crianças. Ao longo de diferentes fases, a personagem Vitória precisa fechar as torneiras antes que acabe a água no prédio onde mora.

O aplicativo foi desenvolvido por cinco alunas de ensino médio da Escola Técnica Estadual Cícero Dias / NAVE Recife, da rede pública de Pernambuco. Elas se classificaram nas etapas regional e nacional do evento, que busca despertar interesse pela ciência da computação entre mulheres.

A premiação do Technovation Challenge 2015 ocorreu em 25 de junho, em São Francisco, na Califórnia, nos Estados Unidos. Na final da categoria para turmas de ensino médio, as cinco estudantes brasileiras – Gabrielle Lopes, Jacqueline Alves, Jaqueline Rodrigues, Leonor Vitória e Sâmara Beatriz – concorreram com outras cinco equipes de Estados Unidos, Índia e Nigéria. A equipe nigeriana foi a vencedora, ficando com o prêmio de 10 mil dólares, o equivalente a cerca de 30 mil reais.

Desafiar meninas
O Technovation Challenge foi criado com o objetivo de desafiar meninas em idade escolar a conceber e lançar um aplicativo móvel que resolva problemas de suas comunidades. O Technovation é uma iniciativa da organização sem fins lucrativos Iridescent.

A Unesco é parceira do Technovation Challenge, por meio de seu programa YouthMobile Initiative, que pretende despertar o interesse de crianças e jovens por programação e ciência da computação, com foco nas meninas. Para a agência da ONU, as mulheres estão sub-representadas nessa área do conhecimento. A ideia é estimular jovens em todo o planeta a utilizar as tecnologias da informação e comunicação – TIC – para solucionar problemas.

Veja a apresentação do projeto:



Fonte: Ecod



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Lei que proíbe piercings e tatuagens em animais é sancionada no Distrito Federal

Leia Mais