Notícias

Estudo de uma universidade americana revela que adolescentes estão dormindo menos

Compartilhe:     |  11 de março de 2015

Um estudo de uma universidade americana mediu os prejuízos da falta de sono para o desenvolvimento dos adolescentes.

Catorze anos, o futuro pela frente. E alguns adversários também. Felipe tem uma rotina intensa em Nova York: sete horas de aula por dia, dever de casa à tarde. E à noite: “A gente fica jogando partidas e partidas, a gente fica lá se divertindo, dando risada”, conta o estudante.

Jornal Nacional: E quando vê a hora já passou?
Felipe Oliveira: Já passou, já está na hora de dormir. Ou já era hora de dormir.

Das 23h às 6h50, são menos de oito horas de sono por dia. Ele não é exceção. Os adolescentes estão dormindo menos, segundo uma pesquisa da Universidade de Columbia com mais de 270 mil jovens, de 12 a 19 anos. Nas últimas décadas, quem mais perdeu horas de sono foram os adolescentes de 15 anos.

O começo dos anos 90, 72% deles dormiam mais de sete horas por dia. Em 2012, o percentual caiu para 63%. Nessa idade, o ideal são 9 horas, de acordo com a Fundação do Sono dos Estados Unidos.

Liz conta que dorme de cinco a seis horas. “Fico conversando nas redes sociais e fazendo o trabalho da escola”.

Dormir bem é importante em qualquer idade, mas na infância e na adolescência o sono é essencial para o desenvolvimento. O corpo e a mente precisam dessas horas de descanso, mas o que os pesquisadores descobriram é que muitos adolescentes que dormem pouco acham que dormem o suficiente.

Os mais pobres são os que menos têm noção do risco, diz Katherine Keyes, autora da pesquisa. “A falta de sono afeta a concentração e o desempenho. No longo prazo, pode provocar doenças crônicas, mentais e obesidade”, explica.

Alex culpa o clima de competição: “Estudo muito e faço o melhor porque há uma pressão enorme para conseguir uma boa universidade. Quando for adulto, espero dormir mais”.



Fonte: Jornal Nacional



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

O pet precisa de suplementação alimentar equilibrada

Leia Mais