Espécies em Extinção

EUA declaram espécie de abelhão “em perigo de extinção”

Compartilhe:     |  13 de janeiro de 2017

Uma espécie de abelhão nativa da América do Norte, essencial para a polinização, foi declarada “em perigo de extinção” nos Estados Unidos, informou esta terça-feira o serviço norte-americano para a vida selvagem, na sua página na internet.

O inseto, com o nome científico “Bombus affinis” (com nome comum ‘abelhão de mancha enferrujada’, em tradução livre), consta na lista vermelha de espécies ameaçadas da União Internacional para a Conservação da Natureza, com a designação de “criticamente em perigo”.

A espécie foi a primeira, no universo das abelhas, a ser considerada “em perigo de extinção” nos Estados Unidos.

A designação foi atribuída pelo serviço norte-americano para a vida selvagem (U.S Fish and Wildlife Service) com base em legislação ambiental para as espécies que estão em risco de extinção (Endangered Species Act).

O diretor regional para o Midwest do U.S Fish and Wildlife Service, Tom Melius, disse que a prioridade “é agir rapidamente para prevenir a extinção” do abelhão.

“Considerar o abelhão como ’em perigo’ vai ajudar-nos a mobilizar parceiros e a canalizar recursos para procurar caminhos para parar o declínio”, afirmou, citado num comunicado publicado no portal do organismo.

Desde o final da década de 1990 que a população de “Bombus affinis”, integrada no grupo de insetos polinizadores, tem diminuído.

Antes, era abundante em 28 estados norte-americanos, desde Connecticut até Dakota do Sul, e em duas províncias canadianas.

Atualmente, o número de espécimes está reduzido a 13 estados dos EUA (Illinois, Indiana, Iowa, Maine, Maryland, Massachusetts, Minnesota, Carolina do Norte, Ohio, Pensilvânia, Tennessee, Virginia e Wisconsin) e a uma província do Canadá (Ontário).

Justificando a importância da sua preservação, Tom Melius assinalou que, sem os insetos polinizadores, “florestas, parques, campos, e a abundante e vibrante vida que suportam, não sobrevivem”.

Tal como outras abelhas, o abelhão de mancha enferrujada poliniza muitas plantas, incluindo as economicamente relevantes nos Estados Unidos, como a do tomate, a do arando e a da pimenta.

Múltiplos fatores são apontados para o declínio da população de “Bombus affinis”, como a perda do ‘habitat’ natural, o aparecimento de doenças e parasitas, a exposição a pesticidas e as alterações climáticas.

Como soluções, o diretor regional para o Midwest do U.S Fish and Wildlife Service defende a plantação de flores endémicas (caraterísticas do local) e a limitação do uso de pesticidas.

O abelhão de mancha enferrujada aparece, normalmente, no início da primavera e hiberna no outono, pelo que necessita constantemente de flores entre abril e setembro.



Fonte: SIC Notícias



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Colecionadores de fãs, os siameses são inteligentes, comunicativos e brincalhões. Conheça curiosidades da raça

Leia Mais