Notícias

Fabricante de papel utiliza aparas de papelão e água reciclada para reduzir consumo diário

Compartilhe:     |  1 de fevereiro de 2015

A indústria do papel está entre as que mais consomem água em seus processos, segundo dados da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan). Na Cibrapel, que tem fábricas em Guapimirim, na Região Serrana, e Guadalupe, dois milhões de litros de água movimentam os equipamentos diariamente. Com a crise hídrica, o sistema tem recebido atenção especial.

— Estamos atentos às tubulações. Qualquer furo significa perda de água e energia. Atenção e manutenção são necessários — afirmou o diretor comercial e industrial, Átala Trepichio.

A empresa também utiliza aparas de papelão em sua produção. As aparas são prensadas, dissolvidas e limpas até se tornarem fibra. Esse processo reduz a captação de água para a fabricação de papel reciclado. Segundo Trepichio, 300 mil litros de água são captados do Rio Soberbo todos os dias. Num processo convencional, seriam necessários pelo menos 500 mil litros. A fábrica possui ainda uma estação de tratamento, o que permite o reúso da água.



Fonte: O Globo



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Como deixar o seu cachorro mais feliz

Leia Mais