Notícias

Facilmente encontrada no Brasil, planta cambará proporciona diversos benefícios à saúde

Compartilhe:     |  31 de maio de 2021

Cambará (Lantana camara) é uma espécie de planta, nativa do México, América Central, Caribe e América tropical, que pertence à família Verbenaceae. Pode ser cultivada em ambientes fechados, como planta ornamental, e cresce até cerca de 4,5 metros de altura.

Muito comum no Brasil e de fácil reprodução, o cambará é encontrado facilmente em jardins residenciais. Por suas propriedades medicinais e benefícios à saúde, as folhas e flores são utilizadas na pele ou ingeridas na forma de chá.

O cambará possui propriedades antimicrobianas, fungicidas, inseticidas e nematocidas. O óleo essencial obtido da planta é usado no tratamento de coceiras, feridas, lepra e sarna. Além disso, as raízes são utilizadas no tratamento de gripetosse, caxumba, febre, malária, dores de dente e ouvido, dor de cabeça e diversos outros problemas de saúde.

As flores são usadas para hemoptise e tuberculose pulmonar. Condições como constipaçãohipertensãodermatiteeczema, sarampo, inflamação uretral, resfriados e bronquite, entre outras, também podem ser tratadas com várias partes do cambará. Confira mais benefícios.

Usos do cambará

Diversas partes do cambará podem ser utilizadas para fins medicinais. A casca do caule, por exemplo, é adstringente e usada como loção para tratar úlceras leprosas e outras erupções cutâneas. As folhas recém-colhidas são fervidas e aplicadas externamente para aliviar o inchaço do corpo.

As folhas, aromáticas e com sabor mentolado, têm natureza refrescante e ação anti-inflamatória, antidermatóticas, diaforética, febrífuga e estimulante. Uma infusão das folhas e flores é usada no tratamento de febres, prisão de ventre, tuberculose e bronquite.

Além disso, as folhas também são utilizadas no tratamento de cortes, reumatismos, úlceras, infecção catarral, tétano, malária, asma, inchaço, tumor, feridas, resfriado e hipertensão.

Na forma tópica, as folhas e os caules são usados para tratar dermatites, eczema, prurido, sarampo e erupções cutâneas de varicela.

A raiz é doce e amarga, refrigerante, antifebril. A decocção da raiz é usada para tratar gripe, tosse, caxumba, febre alta incessante, malária, linfonodo cervical, tuberculose, asma, dor de dente, dor de cabeça, inflamaçãogonorreia e leucorreia.

Em alguns países, a raiz em pó do leite é oferecida às crianças como remédio para dor de estômago e como vermífugo. Semelhante às raízes, as flores também têm um sabor doce, ligeiramente refrescante e hemostático. A decocção das flores secas é usada no tratamento da hemoptise e da tuberculose pulmonar.

O óleo de cambará é usado no tratamento de coceiras na pele e como antisséptico para feridas. A decocção de óleo é aplicada externamente para tratar e controlar a lepra e a sarna. É aplicado também como cataplasma nas articulações reumáticas.

Benefícios da planta para a saúde

1. Alivia múltiplos distúrbios da pele

A erva pode ser aplicada topicamente para aliviar várias doenças comuns da pele, particularmente sarampo, catapora, sarna e fungos na pele. O cambará ainda pode ser usado para curar feridas devido às suas propriedades antissépticas e antimicrobianas de ação rápida.

2. Faz bem para ossos e articulações

Para tratar dor nos ossos e articulações, faça um “purê” com as folhas do chá e aplique nas regiões afetadas. As condições que podem ser tratadas incluem dor lombar, reumatismo e dores musculares.

3. Alivia a tosse

O cambará é um ótimo remédio para a tosse. Para obter os benefícios, basta preparar um chá com as folhas da planta e fazer um gargarejo pelo menos três vezes ao dia.

4. Alivia a coceira e a dor causadas por picadas de insetos

O remédio natural à base de cambará é tão eficaz no alívio da dor que era tradicionalmente usado para tratar picadas de cobra, quando aplicado diretamente na área afetada. Esta erva também pode ser aplicada topicamente para acalmar picadas de insetos.

5. Combate os radicais livres

O cambará contém antioxidantes que combatem a ação dos radicais livres no corpo. Os radicais livres são moléculas que o corpo produz naturalmente. Em excesso, eles atacam as células saudáveis, como proteínas, lipídios e DNA, causando envelhecimento precoce e facilitando a formação de tumores cancerígenos.

Assim, além de retardar os sinais de envelhecimento, a planta também ajuda a prevenir alguns tipos de câncer.

6. Melhora a digestão

O cambará contém poderosos compostos antimicrobianos que podem ser usados ​​para se livrar de qualquer bactéria nociva que possa ser encontrada no estômago.

Além disso, este incrível remédio natural à base de plantas também pode ser usado para aliviar vários distúrbios estomacais, incluindo inchaço, indigestão, dor de estômago, diarreia e úlceras, apenas para citar alguns.

7. Trata problemas respiratórios

O chá feito com as folhas de cambará pode proporcionar um alívio quase instantâneo para tosses, resfriados e gripes.

Precauções e contraindicações

Se consumido em excesso, o camará pode causar efeitos colaterais indesejados, como náuseas, vômitos, diarreia, fraqueza e dificuldade para respirar. Procure orientação médica imediatamente caso apresente sintomas.

Além disso, o chá não é indicado para crianças e gestantes. O uso moderado é livre para outras pessoas, sempre lembrando que doses exageradas podem causar intoxicação.



Fonte: Equipe Ecycle - Isabela Talarico



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Como não repreender seu cachorro – Dicas de cuidados e educação

Leia Mais