Notícias

Família Schurmann lança programa de inovação para proteger oceanos

Compartilhe:     |  19 de dezembro de 2020

A Família Schurmann e a Spin, empresa aceleradora de startups, lançaram na última terça-feira (15) o Voz dos Oceanos Open Innovation. Trata-se de um programa global para buscar e qualificar soluções tecnológicas capazes de ajudar as indústrias a reduzirem o impacto dos plásticos e microplásticos nos mares e oceanos.

“É preciso entender que não existe essa história de ‘jogar fora’, tirando o problema de vista, pois tudo converge para um mesmo lugar: o nosso planeta. E essa situação vai além da tartaruga e do golfinho. É a vida humana que está em jogo”, alerta David Schurmann, um dos líderes da iniciativa Voz dos Oceanos.

Na jornada global para identificar startups inovadoras, 1,5 mil inscritos deverão ser selecionados para o processo classificatório. Os melhores terão a oportunidade de conectar as soluções com demandas de indústrias ligadas à cadeia de valor do plástico, passar por aceleração e receber investimento para impulsionar as iniciativas.

Na foto, Vilfredo e Heloísa Schurmann

Espera-se que as propostas também contemplem as mudanças necessárias impostas pela pandemia. Nos últimos meses, as corporações precisaram se reinventar ainda mais e, ainda, direcionar o olhar com mais intensidade à responsabilidade ligada ao ESG (Environment, Social and Governance ou meio ambiente, social e governança).

“Já estão sendo implementadas diversas transformações no Brasil e no exterior, principalmente, por pressão de conselheiros e investidores de mercado, trazendo ações para os fatores de sustentabilidade como uma maneira de fortalecer corporações com modelos de negócios mais resilientes e preocupados com a nova economia”, destaca Beny Fard, CEO da Spin.

Expedição Voz dos Oceanos

O Voz dos Oceanos – Open Innovation Program acontece paralelamente à expedição Voz dos Oceanos, prevista para ser iniciada em agosto de 2021.

O trajeto, que deve passar por 40 destinos ao redor do mundo, vai documentar o plástico pelos oceanos do planeta. O veleiro sustentável Kat zarpará do porto de Itajaí, em Santa Catarina, percorrendo a costa brasileira, além de regiões nos Estados Unidos, América Central, ilhas do Pacífico e Nova Zelândia. A família também passará pelas áreas conhecidas como “giroscópios”, onde as correntes marítimas convergem e agrupam grandes quantidades de resíduos plásticos.

Apoiadora da iniciativa, a marca Kaiak, da Natura, também embarcará na missão. Em seu mais recente lançamento, batizado de Kaiak Oceano, a fragrância traz notas olfativas que remetem a um mergulho profundo e inova ao utilizar plástico retirado do litoral brasileiro em parte de sua embalagem.

Além disso, a Natura assumiu uma série de compromissos que devem ser adotados até 2030. Entre as metas, estão tornar 100% das embalagens recicláveis, reutilizáveis ou biodegradáveis e incluir plástico de origem reciclada pós-consumo em metade das produções.

O novo projeto da família, conta ainda com o apoio da Pacto Global da ONU Meio Ambiente e também da Abiplast (Associação Brasileira de Indústria de Plásticos).

A família Schurmann é famosa por velejar ao redor do mundo. Em 2016, viralizou nas redes sociais um vídeo registrado pela família que encontrou um montante de plástico em uma ilha deserta na Micronésia, região do Oceano Pacífico:



Fonte: CicloVivo



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Estresse passa do dono para o cachorro

Leia Mais