Notícias

Fazendas e sítios abrem porteiras para turismo da terceira idade

Compartilhe:     |  9 de junho de 2019

Eles chegam animados e, antes de tudo, recebem um café da manhã reforçado pra quem vai encarar o campo. O passeio é no município de Salto (SP), numa fazenda que produz hortaliças e legumes.

O grupo de idosos saiu de São Bernardo do Campo para fazer o roteiro. A visita começa pelas estufas, onde são produzidas mini abóboras e tomatinhos cereja.

Na parte das criações, as mini vacas são a grande atração. Eurica Massunaga, 74 anos, que passou a infância no interior, diz que voltou no tempo dando comida para os animais.

Cada segue o próprio ritmo. Tem a paradinha debaixo da árvore para comer fruta no pé. E quem é que resiste? Na programação, o contato com a produção agrícola, com o verde da natureza e outras atividades, como o tradicional bingo.

Leandro dos Santos é coordenador de eventos e diz que há 12 anos, quando nasceu o turismo na fazenda, o foco eram as crianças. Foi depois do interesse de um grupo de idosos que teve o primeiro passeio. De lá pra cá, o movimento de pessoas dessa faixa etária só cresceu.

Em um hotel fazenda, em São Roque, o foco principal é a recepção de turistas da terceira idade. A propriedade era um haras, mas depois que os cavalos foram doados, o dono decidiu investir em turismo. O negócio só prosperou mesmo quando as portas foram abertas para o ‘day use’, um dia inteiro voltado para grupos de idosos.

Tudo é preparado pra eles. A estrutura tem corrimão para facilitar o deslocamento. As brincadeiras da gincana são leves. É diversão garantida. O roteiro inclui ainda almoço e, claro, música pra todo mundo dançar.



Fonte: TV TEM



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Primeiros socorros: o que fazer quando o seu pet precisa de ajuda

Leia Mais