Notícias

Feita de barro e bambu, empoderando gente local, obra ganha prêmio de arquitetura

Compartilhe:     |  15 de fevereiro de 2021

O projeto de um centro de terapia comunitária para atender crianças com deficiência feito de barro e bambu ganhou o prestigiado Prêmio Obel 2020, uma das mais importantes premiações internacionais de arquitetura.

A estrutura, feita de taipa e bambu, foi empreendida no vilarejo de Rudrapur, em Bangladesh, e explora técnicas de construção locais antigas em curvas e texturas suaves que se conectam com o entorno.

O projeto, denominado “Anandaloy” (“lugar de profunda alegria”), é da arquiteta alemã Anna Heringer.

Anandaloy é um centro de terapia comunitária para pessoas com deficiência e, também, funciona como oficina de manufatura de tecidos para mulheres locais.

De acordo com Heringer, que também é presidente da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) de Arquitetura Terrestre, Culturas de Construção e Desenvolvimento Sustentável:

“A principal motivação sempre é usar a arquitetura como uma ferramenta para melhorar vidas. Para mim, sustentabilidade é sinônimo de beleza: um edifício harmonioso no desenho, na estrutura, na técnica e no uso dos materiais, bem como com a localização, o meio ambiente, o usuário, o contexto sociocultural. Para mim, é isso que define seu valor sustentável e estético ”.

Toda a edificação foi feita com materiais naturais e disponíveis localmente, promovendo o equilíbrio ecológico, e mão-de-obra local, respeitando os artesãos da região, ou seja, um projeto totalmente sustentável, apontou a comissão julgadora, que ainda declarou:

“O edifício Anandaloy não é apenas uma solução espacial para uma série de necessidades humanas básicas e específicas, o projeto como um todo é uma resposta em várias camadas ao desafio de consertar, entrelaçando inteligentemente projetos sustentáveis, sociais e arquitetônicos”.

Os construtores e gestores do edifício foram os próprios moradores, em sua maioria mulheres, que trabalharam juntos com a equipe alemã de Heringer.

A obra foi viabilizada a partir de parcerias firmadas com empresas e trabalhadores locais.

Maravilhoso!



Fonte: Greenme - Gisella Meneguelli



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Alimentação natural para cães: dicas e cuidados

Leia Mais