Notícias

Fenômeno ‘swell’ pode trazer novas manchas de óleo para o litoral do Ceará, alerta Semace

Compartilhe:     |  5 de dezembro de 2019

A Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) anunciou que irá manter o estado de alerta para o risco de novas manchas de óleo surgirem no litoral do Ceará até o mês de março de 2020. O motivo é a ocorrência do ‘swell’, fenômeno natural de formação de ondas que podem ultrapassar três metros de altura. Mais comum nesta época do ano na costa nordestina, o ‘swell’ acumula energia suficiente para remover possíveis blocos de óleo submersos e levá-los até a costa, explica o órgão.

A decisão foi tomada após a conclusão de um estudo da gerência de Análise e Monitoramento da Semace. “Pesquisamos a série histórica dessas ondas de swell e percebemos que elas se concentram entre dezembro e março, com grande probabilidade de ocorrerem já em dezembro”, pontua o titular da Superintendência, Carlos Alberto Mendes.

Durante os 90 dias em que foram registradas ocorrências de manchas de óleo no Ceará, a Semace coletou 22 toneladas de resíduos oleados, em 29 praias de 16 municípios. O material, considerado perigoso, foi removido do mar e das praias com o apoio do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama), Marinha e prefeituras, em uma ação coordenado pela Semace e pela Casa Civil.

O óleo recolhido foi transportado para ser queimado no formo de uma cimenteira. “A nossa torcida é de que o pior já tenha passado, mas nós continuamos vigilantes e atuantes, para que, surgindo novas manchas, possamos agir e fazer a coleta o mais rápido possível”, afirma o superintendente.



Fonte: G1 CE - Bárbara Câmara



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Aromaterapia para cães tem vantagens, mas exige conhecimento

Leia Mais