Notícias

Filhos de agricultores conhecem melhoramento genético de caprinos da Emepa

Compartilhe:     |  21 de maio de 2018

Filhos de agricultores familiares do município de Gurjão, Cariri paraibano, que se interessam pela criação de caprinos, visitaram a Estação Experimental Pendência, em Soledade, para conhecer as tecnologias de melhoramento genético e de produção de carne caprina ali desenvolvida como parte da programação do curso do Pronatec para a formação de futuros caprinocultores.

O curso é destinado a alunos filhos de produtores rurais, que é realizado na Estação Pendência, conforme a programação de atividades e será concluído neste mês de maio.  Na ocasião da visita, os jovens conheceram todas as tecnologias relacionadas com a caprinocultura.

O curso sobre caprinocultura é realizado a partir de convênio entre o Governo da Paraíba e o Governo Federal, através do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), que tem como objetivo de oferecer oportunidade para que os criadores possam melhorar seus conhecimentos acerca do manejo dos seus rebanhos.

Para a realização do curso, foi firmada uma parceria entre a Emepa-GU/Pronatec/Prefeitura Municipal de Gurjão, que vem sendo desenvolvida com bastante sucesso e os alunos têm demonstrado reconhecimento pela oportunidade de ampliar seus conhecimentos sobre uma atividade considerável fundamental para a geração de oportunidades de trabalha e renda.
Na visita desta semana, os alunos puderam conhecer as tecnologias sobre cortes especiais de carcaças caprinas e ovinas, quando são analisados rendimentos e agregação de valor do animal.

Os treinamentos são ministrados pelos pesquisadores da Emepa, sob a coordenação do gerente da Estação Experimental Pendência da Emepa, Leonardo Medeiros e visam criar facilidade de acesso dos criadores às políticas públicas voltadas para essa atividade.
Sua finalidade faz parte das ações de fortalecimento da cadeia produtiva da atividade da caprinocultura paraibana, a partir de pesquisas de melhoramento genético com a transferência de tecnologias e de assistência técnica continuada.

A capacitação é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Emepa, empresa integrante da Gestão Unificada, vinculada à Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca. A capacitação teve início no fim do ano passado, constando a programação de seis módulos que abordam desde o manejo geral do rebanho, manejo sanitário, manejo reprodutivo, manejo alimentar, tecnologias de produtos de origem animal (produtos lácteos e cárneos), custos de produção da caprinocultura de leite e carne.



Fonte: Secom-PB



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Lei que proíbe piercings e tatuagens em animais é sancionada no Distrito Federal

Leia Mais