Notícias

Físico oferece 10 mil dólares a quem provar que as mudanças climáticas não existem

Compartilhe:     |  25 de junho de 2014

Na comunidade científica há um consenso de 97% de que as mudanças climáticas realmente estão ocorrendo – e por interferência humana. Mas, fora da comunidade científica, ainda há muitos descrentes. Irritado com isso, o físico Christopher Keating, professor da Universidade da Dakota do Sul, está disposto a dar 10 mil dólares de seu próprio bolso para quem provar, cientificamente, que não existe aquecimento global.

Aqui estão as regras que ele impôs:

“1. Vou dar 10 mil dólares do meu próprio bolso para qualquer um que provar, através do método científicao, que as mudanças climáticas provocadas pelo homem não estão ocorrendo.
2. Não há taxa de inscrição
3. Você precisa ter mais de 18 anos para se inscrever.
4. Sua teoria não precisa ser original, mas precisa ser a primeira do tipo a ser postada para ser considerada
5. Sou o juiz final de todas as inscrições e vou fornecer comentários sobre por que as inscrições que falham em provar seu ponto não estão corretas”

Parece simples mas o concurso já está online e aberto há algumas semanas e, até agora, Keating afirma não ter recebido nenhuma inscrição. Para encorajar as inscrições ele está até oferecendo mil dólares para qualquer evidência científica que indique que as mudanças climáticas causadas pelo homem não são reais.

Ou seja, diferentemente do concurso que pede que prove que a teoria inteira está errada, esse prêmio seria oferecido a qualquer um que tivesse uma única prova que indicasse, cientificamente, a possibilidade do aquecimento global ser uma farsa.

Ficou interessado? Mande seus argumentos, em inglês, aqui.



Fonte: Revista Galileu



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Quetzal: uma ave bela e misteriosa

Leia Mais